América latina

Esquerda tem vitória histórica e Gustavo Petro é o novo presidente da Colômbia

Num dia tenso de votação, candidato do Pacto Histórico venceu o segundo turno contra o direitista Rodolfo Hernández

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - Num dia tenso de eleições, com denúncias de possível fraude na contagem dos votos, a esquerda teve uma vitória histórica na Colômbia neste domingo (19). 

Gustavo Petro e Francia Márquez, candidatos do Pacto Histórico, derrotaram, com 50,88% dos votos, Rodolfo Hernández e Marelen Castillo, da chapa de direita Liga Anticorrupção, que teve 46,85%, num cenário com 94,57% das urnas apuradas.

O novo presidente tomará posse no dia 7 de agosto. O segundo turno registrou participação de 57,2% da população, superando o percentual do primeiro turno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Logo após a divulgação do resultado, Petro comentou em suas redes sociais: "Hoje é um dia de festa para o povo. Que festeje a primeira vitória popular. Que tantos sofrimentos sejam absorvidos pela alegria que hoje inunda o coração da pátria. Essa vitória é para Deus e para o povo e sua história. Hoje é o dia das ruas e das praças".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Foi um êxito para a democracia colombiana e para o poder eleitoral", disse o chefe do Registro Civil Nacional, Alexander Vega Rocha.

O resultado oficial, no entanto, será oferecido durante a semana. Uma nova contagem seria iniciada na próxima terça-feira (21).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira a contagem dos votos ao vivo pela agência ARN:

Denúncia de irregularidades 

Após votar em Bogotá, Petro pediu uma "votação maciça" para "derrotar qualquer tentativa de fraude" neste domingo. O candidato de esquerda denunciou que em "áreas de alta votação" para o Pacto Histórico "foram entregues cédulas previamente marcadas com um ponto" em uma "tentativa sistemática de anulação de votos".

Além de Petro, o senador Iván Cepeda, reeleito pelo pela coalizão, garantiu ainda ter recebido provas de que "em algumas partes do país" onde obtiveram a maioria dos votos no primeiro turno, as cédulas teriam linhas, pontos ou riscas no quadro voto em branco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cepeda ressaltou em seu perfil no Twitter que era importante na hora de votar garantir que a cédula não continha nenhuma marca.

Em resposta, o Registro Nacional informou que a mensagem era "falsa". "Informamos ao público que o cartão eleitoral para o segundo turno presidencial, que será entregue pelos júris de votação no domingo, não possui nenhum tipo de rasura ou marca".

Em 29 de maio, no primeiro turno das eleições, Petro recebeu um total de 8.527.768 votos, equivalente a 40,32% dos votos, enquanto Hernández obteve 5.953.209 (28,15%).

(*) Com informações da ARN e Telesur.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email