América latina

EUA anunciam manobras militares na Guiana em meio à tensão por território reivindicado pela Venezuela

Movimento marca a primeira ação militar dos EUA na região desde o referendo venezuelano, realizado no domingo (3), sobre a anexação de Essequibo, área localizada na Guiana

Militares americanos e militares venezuelanos
Militares americanos e militares venezuelanos (Foto: Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira (7) que aviões militares estadunidenses sobrevoarão a região de Essequibo e outras áreas da Guiana em exercícios conjuntos com a Força Aérea guianesa. O movimento marca a primeira ação militar dos EUA na região desde o referendo venezuelano, realizado no domingo (3), sobre a anexação de Essequibo, território rico em petróleo e minérios controlado pela Guiana, mas reivindicado pelo governo venezuelano.

Segundo o G1, o comunicado da Embaixada dos Estados Unidos na Guiana informa que as manobras acontecerão “em parceria com a Força Aérea guianesa e fazem parte de operações de rotina da parceria para ‘melhorar a segurança’ local. Os dois países têm parceria militar desde 2022”.

continua após o anúncio

Ainda de acordo com a reportagem, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, reforçou o apoio à Guiana durante uma ligação com o presidente guianês, Irfaan Ali, nesta quinta-feira, e para discutir  uma "cooperação robusta" na área de segurança.

O anúncio das manobras conjuntas foi feito após um helicóptero do Exército da Guiana transportando sete ocupantes, incluindo oficiais superiores, desaparecer na quarta-feira (6) nas proximidades da fronteira com a Venezuela, em meio a tensão territorial entre os dois países. Apesar da crise na fronteira, não existem indícios de que a Venezuela tenha algum envolvimento no desaparecimento da aeronave.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247