CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
América Latina

Gabriel Boric rechaça fala de Lula sobre Venezuela: ‘não é questão de narrativa’

Em referência ao governo de Nicolas Maduro, o presidente chileno afirmou ser é necessária uma "posição firme e clara de que direitos humanos devem ser respeitados sempre"

Imagem Thumbnail
Luiz Inácio Lula da Silva (à esq.) e Gabriel Boric (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente do Chile, Gabriel Boric, criticou nesta terça-feira (30) as recentes falas do mandatário brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em defesa do governo Nicolás Maduro, na Venezuela. "Não é uma questão de narrativa. É uma coisa real e é seria. Exige uma posição firme e clara de que direitos humanos devem ser respeitados sempre", defendeu o mandatário chileno após reunião com outros nove líderes de outros países da América do Sul e uma representante do Peru na área externa do Palácio do Itamaraty, em Brasília (DF). 

Nesta segunda-feira (29), o petista afirmou que Maduro precisa "construir uma narrativa" para rebater os críticos ao governo venezuelano. "Se eu quiser vencer uma batalha, eu preciso construir uma narrativa para destruir o meu potencial inimigo. Você sabe a narrativa que se construiu contra a Venezuela, de antidemocracia e do autoritarismo", disse.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidente do Uruguai, Luis Alberto Lacalle Pou, de centro-direito, reforçou que a sua posição sobre a Venezuelano é oposta à de Lula. O líder uruguaio também deu sinais de que não pretende assinar um documento conjunto de líderes da América do Sul sobre a situação do país vizinho e presidido por Nicolas Maduro. 

O mandatário venezuelano desembarcou no último domingo (28). Na área econômica, mandatário defendeu que o seu país entre para os Brics (bloco econômico composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Também anunciou a retomada do pagamento das dívidas da Venezuela com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O presidente Lula disse ser favorável a uma moeda comum para os países membros do grupo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO