América latina

Líderes repudiam atentado contra Cristina Kirchner, mas Bolsonaro permanece calado

Vice-presidente argentina foi atacada por brasileiro na noite desta quinta quando voltava para casa

www.brasil247.com - Atentado contra Cristina Kirchner
Atentado contra Cristina Kirchner (Foto: Captura de vídeo/reprodução)


247 - Lideranças políticas sul-americanas se pronunciaram sobre a tentativa de assassinar a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, na noite desta quinta-feira (1º). O ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PL), não tinha se manifestado sobre o tema nas redes sociais até a última atualização desta reportagem, ainda que tenha tuitado sobre outros assuntos, informa a Folha de S.Paulo.

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela 

Enviamos nossa solidariedade à vice-presidente ante o atentado contra a sua vida. Repudiamos energeticamente essa ação que busca desestabilizar a paz do povo argentino, nosso irmão. A Pátria Grande está com você, companheira!

Gabriel Boric, presidente do Chile 

A tentativa de assassinato da vice-presidente argentina, Cristina Fernández, merece o repúdio e a condenação de todo o continente. Minha solidariedade a ela, ao governo e ao povo argentino. O caminho sempre será o debate de ideias e o diálogo, nunca as armas nem a violência.

Luis Arce, presidente da Bolívia

Repudiamos enfaticamente o atentado contra a vida da irmã Cristina Kirchner, vice-presidente da Argentina. Do Estado plurinacional da Bolívia, enviamos todo o nosso apoio a ela, sua família, ao governo e ao povo argentino.

Miguel Díaz-Canel, presidente de Cuba 

De Cuba, consternados com a tentativa de assassinato de Cristina Kirchner, enviamos toda a nossa solidariedade à vice-presidente, ao governo e ao povo argentinos.

Pedro Castillo, presidente do Peru 

Toda minha solidariedade com a vice-presidente Cristina Kirchner e com o povo argentino. O governo peruano condena o atentado ocorrido contra sua vida. Repudiamos todo ato de violência.

Evo Morales, ex-presidente da Bolívia 

Condenamos a covarde tentativa de assassinato contra nossa irmã Cristina Kirchner. Toda a nossa solidariedade à vice-presidente. A Pátria Grande está com você, irmã. A direita criminosa e servil ao imperialismo não passará. O povo livre e digno da Argentina o derrotará.

Sergio Massa, ministro da Economia da Argentina

Quando o ódio e a violência se impõem sobre o debate de ideias, as sociedades são destruídas e geram-se situações como a de hoje: uma tentativa de magnicídio. Toda minha solidariedade a Cristina Kirchner e sua família.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247