América latina

Papa defende que América Latina se liberte do "imperialismo explorador"

De acordo com o papa Francisco, há um longo caminho para a emancipação da América Latina e a Igreja Católica precisa ter uma participação mais ativa

www.brasil247.com - Papa Francisco durante audiência geral no Vaticano
Papa Francisco durante audiência geral no Vaticano (Foto: REUTERS/Guglielmo Mangiapane)


247 - O papa Francisco afirmou, em entrevista à agência argentina Télam, que a Igreja Católica precisa se popularizar mais na América Latina e ter um papel mais ativo nas discussões, pois a região “sempre foi vítima e será sempre uma vítima até ser completamente libertada dos imperialismos exploradores”.

Segundo o principal líder da Igreja, é preciso olhar o mundo a partir das periferias existenciais e sociais. “Onde se vive o cotidiano. E é lá que o povo se mostra”, ressalta Francisco, que é argentino.

“A periferia nos faz entender o centro. Eles podem ou não concordar, mas se você quer saber o que um povo sente, vá para a periferia. As periferias existenciais, não só as sociais”, afirmou o papa, que o primeiro papa latio-americano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com ele, há um longo caminho para a emancipação da América Latina. “Todos os povos da América Latina, além das ideologias, com soberania, para que cada povo sinta que tem sua própria identidade e, ao mesmo tempo, precise da identidade do outro”, admite o Papa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email