América latina

Prestigiado, Lula ocupa centro da foto de chefes de estado da Celac

A presença do presidente Lula na 7ª Cúpula da Celac marcou a volta do Brasil ao grupo

www.brasil247.com - Líderes da Celac
Líderes da Celac (Foto: Reprodução)


247 - O presidente brasileiro, Lula, ocupou o centro da foto de cehfes de estado e de governo da Celac, ao lado de seu homólogo argentino, Alberto Fernández. A 7ª Cúpula do grupo ocorreu nesta terça-feira (24) em Buenos Aires. 

A presença do presidente Lula no evento marcou a volta do Brasil à Celac. O último governo, de Jair Bolsonaro, havia retirado o país do grupo que reúne estados latino-americanos e caribenhos, mas a nova administração busca recuperar o prestígio internacional do país. 

>>> Na Celac, Lula critica "excessiva dependência" de insumos do exterior e pede união das indústrias sul-americanas

Além do retorno do Brasil, a 7ª Cúpula da Celac foi marcada pela expressão da oposição do bloco ao bloqueio econômico dos Estados Unidos contra Cuba. Como titular pro tempore da Celac até então, Fernández exigiu respeito aos direitos de todas as nações e o fim dos cercos que sofrem os países da região. 

Fernández também defendeu a unidade da Pátria Grande e alertou sobre o surgimento de forças de extrema direita. Também destacou a necessidade de defender a integração regional e dar atenção especial à mudança climática. 

O primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas, Ralph Gonsalves, assumirá a Presidência pro tempore da Celac. Ele se reuniu com o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, junto ao assessor da Presidência da República Embaixador Celso Amorim.

Vieira reiterou seu compromisso com a reabertura da embaixada do Brasil em Kingstown, capital da nação caribenha, e com a ampliação das relações com os países da Caricom. A representação diplomática havia sido fechada por Jair Bolsonaro em 2020, e suas funções foram assumidas pela representação brasileira em Bridgetown, em Barbados.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247