América latina

Xiomara Castro se encontra com Dilma e pede ingresso de Honduras no Banco do Brics

A presidenta hondurenha expressou o desejo de contar com todas as oportunidades necessárias para desenvolver a economia de seu país

Xiomara Castro e Dilma Rousseff
Xiomara Castro e Dilma Rousseff (Foto: Foto: Governo de Honduras)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Telesur - A presidenta de Honduras, Xiomara Castro, solicitou neste sábado (10), a admissão formal de seu país no Banco dos Brics. Durante sua visita oficial à China, a mandatária hondurenha apresentou formalmente o pedido à ex-presidenta brasileira Dilma Rousseff, que preside a instituição bancária.

Durante a reunião, a presidenta Xiomara Castro expressou o desejo de contar com todas as oportunidades necessárias para desenvolver a economia de Honduras. Ela também manifestou a esperança de encontrar aliados que lhes permitam melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos. O governo hondurenho anunciou que uma comissão técnica viajará nos próximos dias para iniciar o processo de adesão ao Banco dos Brics.

continua após o anúncio

O encontro entre Xiomara Castro e Dilma Rousseff ocorre no contexto do estabelecimento de relações entre China e Honduras. Como parte desse processo, Honduras rompeu seus laços diplomáticos com Taiwan para estabelecer relações com o gigante asiático. Durante sua visita oficial de seis dias, a mandatária centro-americana se reunirá com seu homólogo chinês, Xi Jinping, embora a data exata dessa reunião ainda não tenha sido confirmada. Espera-se que durante essa visita sejam assinados acordos e memorandos em diversas áreas.

Honduras e China anunciaram o estabelecimento de relações diplomáticas em 26 de março passado, logo após o país centro-americano formalizar a ruptura de seus laços com Taiwan.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247