Leonardo Avritzer apoia o 247: no Brasil, não há pluralismo midiático

O cientista político Leonardo Avritzer, professor da UFMG, também apoia a campanha de assinaturas solidárias do 247. "O Brasil é uma das poucas democracias do mundo que não tem nenhum tipo de pluralismo midiático. Todas as formas de mídias televisivas ou escritas estão no controle de algumas poucas famílias, que se encontram no campo do conservadorismo", diz ele

O cientista político Leonardo Avritzer, professor da UFMG, também apoia a campanha de assinaturas solidárias do 247. "O Brasil é uma das poucas democracias do mundo que não tem nenhum tipo de pluralismo midiático. Todas as formas de mídias televisivas ou escritas estão no controle de algumas poucas famílias, que se encontram no campo do conservadorismo", diz ele
O cientista político Leonardo Avritzer, professor da UFMG, também apoia a campanha de assinaturas solidárias do 247. "O Brasil é uma das poucas democracias do mundo que não tem nenhum tipo de pluralismo midiático. Todas as formas de mídias televisivas ou escritas estão no controle de algumas poucas famílias, que se encontram no campo do conservadorismo", diz ele (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O cientista político Leonardo Avritzer, professor da UFMG, também apoia a campanha de assinaturas solidárias do 247. "O Brasil é uma das poucas democracias do mundo que não tem nenhum tipo de pluralismo midiático. Todas as formas de mídias televisivas ou escritas estão no controle de algumas poucas famílias, que se encontram no campo do conservadorismo", diz ele.

Acesse aqui a página de assinaturas e confira seu depoimento:

O Brasil é uma das poucas democracias do mundo que não tem nenhum tipo de pluralismo midiático.

Todas as formas de mídias televisivas ou escritas estão no controle de algumas poucas famílias, que se encontram no campo do conservadorismo.

A internet é uma importante resposta a esse problema e, neste caso, vale destacar que o Brasil tem se destacado no sentido de estimular a pluralidade e fornecer informação de qualidade, com responsabilidade.

É por isso que eu sugiro a vocês que apoiam a campanha solidária de assinaturas do Brasil 247.

Veja o vídeo, faça sua assinatura solidária e ajude a financiar o Brasil 247 e a expansão da TV 247 (OBS: a opção no link é para realizar a assinatura com cartão de crédito. Caso prefira boleto bancário, favor enviar email para [email protected]):

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247