A arte e a educação - autoproclamadas - chancelaria no Brasil

Há uma cordilheira erguida nestes novos tempos nacionais, os rumos políticos do país foram traçados por um golpe; esta prática não é inusitada, pelo contrário; nossa trajetória histórica já carrega outros modos de golpear a democracia, que parece agonizante

www.brasil247.com - A arte e a educação - autoproclamadas - chancelaria no Brasil
A arte e a educação - autoproclamadas - chancelaria no Brasil (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)


Há uma cordilheira erguida nestes novos tempos nacionais, os rumos políticos do país foram traçados por um GOLPE; esta prática não é inusitada, pelo contrário; nossa trajetória histórica já carrega outros modos de golpear a DEMOCRACIA, que parece agonizante.

Cordilheira de imposturas, uma verdadeira cadeia de montanhas de ódio e intolerância advindas de seus representantes escolhidos a dedo por tal maneirismo implantado por homens e mulheres que erguem a bandeira do retrocesso e a fincam no solo da nação.

Afrontas a Lei Magna do país, e disparates, como a extinção do MINISTÉRIO DO TRABALHO somada a uma Reforma da Previdência que poderá nos tornar "IDOSOS MISERÁVEIS" está mergulhando em trevas o primeiro trimestre do ano civil brasileiro.

A análise não é minha, e, sim, feita por Economistas e outros especialistas da área que observam que haverá um esvaziamento do setor industrial, comercial, e, portanto empresarial. Estamos com as relações internacionais abaladas, nossas commodities correm o risco de serem atiradas ao mar, ou queimadas.

E até mesmo no que tange a Chancelaria, que sempre fora representada por pessoas preparadas para selar acordos e tomar decisões; sentimo-nos desprotegidos. A diplomacia perpetuada por Nicolau Maquiavel, que fora um filósofo, historiador e político italiano que viveu nas Cortes da Idade Média, já Renascentista, se constitui em um exemplo de modelo político de como ser um Chanceler, na acepção que o termo exige.

"A arte é a auto expressão lutando para ser ABSOLUTA" já dizia Fernando Pessoa, e os artistas estão sendo achincalhados neste momento político imposto pela campanha fake neste ano de 2019 – A verdade dos fatos não foge a luta em se tratando da TV e do projeto 247, tal empreendimento não nasceu para o insucesso, mas nasceu para revolucionar valores midiáticos e sociais.

Se hoje aqui estamos escrevendo artigos, na qualidade de colunistas, isto ocorre, pois a ideia surgira bem antes – como um vislumbre para o bem comum, para a disseminação do fato e não da fakenews; in natura, trago no meu DNA herança de Gregório de Matos Guerra, em minha formação estou historiadora, escritora, acadêmica, atriz, diretora teatral, e colunista, portanto na qualidade de artista com registro junto ao Ministério do trabalho cujo número é 0046699/RJ – Me solidarizo com Daniela Mercury, Caetano Veloso, e outros artistas que tem a missão sagrada do entretenimento.

Educação e Arte o binômio que eleva o ser humano a uma categoria sui generis; encontram na Cultura a sua segunda natureza – O Homo sapiens se insere no patamar de inteligente ou sábio, em função da sua capacidade de produzir cultura.

Os artistas possuem a missão santa de trazer a baila a técnica ou habilidade da estética, ou seja, o aisthesis, a faculdade de sentir.

Já a Educação é o artefato milenar de propagação do conhecimento; ARTE e EDUCAÇÃO, ambos são o respiro da alma humana.

Seria bom que estas duas forças fossem chanceladas para que NUNCA MAIS alguém tivesse o poder de maculá-las com a vara de condão do rebaixamento ou da ineficácia diante do povo brasileiro.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email