A culpa é do DiCaprio e do Lulinha

Partindo desse raciocínio o filho do Lula, o Lulinha, é o responsável pelo estratosférico consumo de ovos. A culpa é dele, porque não é mais o dono da Friboi e a carne deixou de compor a cesta básica da família brasileira

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tudo esclarecido! A culpa pelas queimadas na Amazônia é do ator estadunidense Leonardo DiCaprio, conforme denunciado pelo excelentíssimo senhor presidente da república, Jair Messias Bolsonaro, que ainda acusou Organizações Não-Governamentais de terem pago alta quantia por fotos fabricadas das queimadas.

O que é mais fácil? 'Toca' fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG. Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia", essa é a lógica do ex-capitão para fugir à responsabilidade.

Na mesma live em que acusa DiCaprio, Bolsonaro falou sobre o preço da carne, disse que não vai tabelar ou congelar o preço. "Não posso agora querer tabelar, congelar o preço da carne. Não vou fazer, nossa política é de mercado aberto", disse para rebater o ‘pessoal’ que anda reclamando do preço do alimento.

Partindo desse raciocínio o filho do Lula, o Lulinha, é o responsável pelo estratosférico consumo de ovos. A culpa é dele, porque não é mais o dono da Friboi e a carne deixou de compor a cesta básica da família brasileira. Fábio Luis Lula da Silva, você está colaborando para o exagerado consumo de ovos, tá ok?

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email