A grande autocrítica que parte da esquerda deve ao povo brasileiro

O jornalista Mauro Lopes escreve que a grande autocrítica a ser feita por amplos segmentos da esquerda no país é "o apoio total ou parcial à Lava Jato em anos recentes". A ação contra o filho de Lula reafirma que a Lava Jato é mero instrumento do terror de Estado para a conquista do poder pela extrema-direita

É recorrente na imprensa conservadora e em segmentos relativamente amplos da esquerda a exigência de "autocrítica do PT" em relação a seus erros nos governos Lula e Dilma.

Mas o fato é que a grande autocrítica que parte expressiva da esquerda deve ao país é o apoio total ou parcial à Operação Lava Jato em anos recentes.

Muitos líderes do PT, do PSOL e de outros partidos e movimentos sociais embarcaram na conversa fiada de "combate à corrupção" para tentar surfar na onda da opinião pública.

Nesta terça (10), mais uma vez, a Lava Jato mostra sua verdadeira face ao Brasil.

Bastou Lula sair da cadeia, sua popularidade crescer espantosamente a ponto de colocar em xeque o castelo do bolsonarismo-lavajatismo para a PF e o MP partirem pra cima de um de seus filhos, Fábio Luis Lula da Silva, numa história requentada e sem fundamento algum.

Isto é a Lava Jato: uma operação para acuar a esquerda e implantar um regime de terror policial com perfil de extrema-direita. Os líderes de esquerda que embarcaram no discurso do "combate à corrupção" devem ao país uma autocrítica severa. 

Esta é autocrítica urgente.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247