A imprensa deveria parar de chamar Bolsonaro de presidente; ele é um ditador

"Já está na hora de a imprensa parar de chamar Jair Bolsonaro de presidente da República. Ele não o é. Foi eleito para ser, esperava-se que fosse, mas se revela, cada vez mais, um autocrata. Ele despreza a República. Nunca foi, não é e não se comporta como um republicano", escreve o jornalista Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia 

  Eu acho que já está na hora de a imprensa parar de chamar Jair Bolsonaro de presidente da República. Ele não o é. Foi eleito para ser, esperava-se que fosse, mas se revela, cada vez mais, um autocrata. Ele despreza a República. Nunca foi, não é e não se comporta como um republicano.

  Sugiro que seja tratado, em reportagens, colunas ou editoriais como “ditador Bolsonaro”.

  Embora ainda não tenha conseguido implantar a ditadura dos seus sonhos, ele não perde uma oportunidade, em suas palavras e em seus atos de lembrar que essa é a sua meta, pois todos seus atos, palavras e silêncios são autoritários. Não suporta ser contestado. Não suporta o contraditório.

  Já está demonstrado que não consegue conviver com a democracia – nem a democracia com ele - porque é o regime em que a força do argumento prevalece sobre o argumento da força.

  Ganha o debate político quem tem melhores argumentos.

  Como argumentar não é o seu forte, dado o déficit em cultura geral, só lhe resta usar o argumento da força e resolver os problemas na base da ignorância, batendo na mesa e proclamando:

  “Aqui mando eu”!

  Um autoritário que age dessa forma dentro de casa pode provocar grandes desastres para a sua família.

  Imagina a dimensão dos desastres quando é uma família de 210 milhões de pessoas.

  E o pior é que em torno dele gravitam áulicos sempre dispostos a obedecê-lo cegamente.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email