A Justiça sempre vem! Independente do homem ou de sua crueza

Foi mui comovente e revoltante saber que inúmeras pessoas que fazem parte de um clã ideológico e partidário fora e dentro de uma família nacional festejaram de forma torpe a morte do infante Arthur



Há tantas galáxias, perdidas na expansão deste universo; TUDO OU NADA oriundo de um só momento, que vem de Alguém, que soprou este Quantum.

E hoje depois desse tudo/nada, nós caminhamos através do tempo e espaço, resultantes de uma união celular advinda de um mar; que como sopa resultou na façanha orgânica, com elementos combinados e recombinados para gerar vida propriamente dita.

E esse produto do meio cresceu e virou realmente um "frankstein" e como criatura, começou um desafio, o desafio da descoberta e da engenhosidade... primeiro ativando o fogo, e depois ativando a bomba.

O mundo inorgânico e antigo ficou a disposição desse novo ser organizado biologicamente para "conquistar, reproduzir e dizimar".

"Evoluindo" através da conquista multicelular, este novo organismo se encontrara com o mérito do egoísmo. E até hoje persegue orgulhosamente a vontade de ser O Criador.

Tsunamis e outros "bichos" não entendem esse poderio biológico, e seguem seus cursos, sem pensar no lado orgânico da vida. O poder inorgânico é de certa forma visceral e responde fidedignamente e certeiro, à má administração humana.

Ser um inorgânico é uma questão séria, e os animais, mais poderosos que já habitaram o planeta: Sabem disso; pois viveram na Terra, durante sessenta e cinco milhões de anos, e só foram dizimados por um imenso Ser inorgânico; não por ferir o Ecossistema, mas por estar no lugar certo, na hora errada: Talvez.

Nós, brasileiros, estamos nadando no mar da barbárie, respiramos o oxigênio da incoerência, e nos contaminamos diariamente com o vírus da crueza, do vitupério, e hoje especialmente com uma dose venenosa de tirania a lá Calígula – No episódio do desenlace de uma criança brasileira, de sete anos de idade; que partiu para outro momento de vida; perecendo sua matéria, mas ficando sua alma livre – Assim como livre um dia - deverá estar seu avô: Um homem simples, e ao mesmo tempo complexo, sensível e magnânimo.

Sim, inúmeras crianças partem, a todo instante no planeta, são elas filhas e netas da humanidade; nós que fomos classificados como Homo sapiens, deveríamos sempre lamentar a partida dos nossos iguais: A WEB está aí para nos apontar na velocidade da informação, que a crueldade, lamentavelmente, é inerente ao ser dito humano.

Foi mui comovente e revoltante saber que inúmeras pessoas que fazem parte de um clã ideológico e partidário fora e dentro de uma família nacional festejaram de forma torpe a morte do infante Arthur - que vem a ser neto do presidente Lula.

Isto ocorreu porque existem seres organizados quimicamente para a vida biopsicossocial, e muitos deles vem ao mundo com uma missão nefasta: Desprovidos de sentimentos. E hoje com o advento das Redes Sociais não escondem sua transfiguração hedionda, através de suas postagens de ódio e soberba.

Ainda bem, que existem outros seres ou forças inorgânicas, já supracitadas, com tal poder de destruição, que por vezes, atravessam a barreira natural e de forma sobrenatural fazem a justiça(incipiente) funcionar de verdade! INFELIZMENTE.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email