A sociedade da chibata

A cidadania social em construção foi radicalmente varrida por um golpe de classe, dos ricos contra os pobres. Mas o povo que sofre e é oprimido chama a cidadania social por outro nome, a chama por LULA

www.brasil247.com - EX-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em meio ao povo
EX-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em meio ao povo (Foto: Benedita da Silva)


A revista Carta Capital produziu entrevista com o sociólogo Jessé de Souza, ex-presidente do IPEA, que provoca em todos nós uma profunda reflexão sobre a natureza da sociedade que foi construída nesse país chamado Brasil.

Segundo o sociólogo, após a abolição da escravatura formou-se na sociedade um pacto antipopular entre a pequena elite econômica e a classe média. É um pacto histórico, que perpassa os governos do século passado e adentra o século XXI, e se manifesta sob a forma de ódio ao pobre, ao negro, ao imigrante nordestino, o trabalhador rural.

É o que Jessé Souza chama por “SOCIEDADE DA CHIBATA”, que se materializa na exclusão social e na violência contra os trabalhadores e moradores das favelas e periferias. São todas elas socialmente invisíveis, alvos da violência policial e da humilhação cotidiana.

Essa análise merece ser lida e refletida, pois toca fundo em nossa realidade e na situação atual do golpe que deram contra a presidenta Dilma.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O tal combate à corrupção foi apenas um simples pretexto para tirá-la do governo por conta das políticas de combate à desigualdade social, algo inaceitável pelo pacto antipovo das elites reacionárias. Agora que a corrupção está escancarada, instalada oficialmente na Presidência da República, não se escuta uma panela batendo nas varandas da classe média. E não se escuta porque, apesar da corrupção, o Brasil voltou à sua “normalidade” histórica, voltou a colocar no seu devido lugar, os segmentos mais pobres que tinham ascendido socialmente nos governos de Lula e de Dilma.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O golpe contra a Constituição Cidadã de 1988 mostra que para a base popular os direitos da cidadania são apenas pedaços de papel sem valor para os donos do poder.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A cidadania social em construção foi radicalmente varrida por um golpe de classe, dos ricos contra os pobres. Mas o povo que sofre e é oprimido chama a cidadania social por outro nome, a chama por LULA.

Por isso, o perseguem e querem condená-lo sem provas para impedir que a luta pela cidadania do povo, a cidadania social volte ao governo e restabeleça seus direitos roubados e vá mais além, criando garantias institucionais e políticas para que outros golpes não tenham êxitos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email