A solidariedade internacionalista militante e a diplomacia

Por razões de sobrevivência, a classe dominante assume posições antinacionais, dando nova dimensão à atividade de solidariedade internacional, que passa a ter maior incidência na luta política e social cotidiana

Siga o Brasil 247 no Google News

A solidariedade internacionalista é um dos traços característicos da ação dos militantes dos movimentos políticos e sociais, incluindo os comunistas, socialistas e ativistas da esquerda consequente e revolucionária.

Não somente por definição ideológica, por afirmação teórica de princípios, mas também como condição essencial para a realização de um programa de lutas transformador.

A luta pelo socialismo abrange um feixe de questões a enfrentar concomitantemente. Em países como o Brasil, entrelaçam-se a luta nacional, a democrática e a social. Isto tem a ver com a natureza das classes dominantes brasileiras, atadas por mil e um fios com os potentados imperialistas internacionais, traço ainda mais saliente na época presente, de globalização da economia e domínio do capital financeiro e transnacional, o que atua como fator determinante para que a luta nacional seja encarada como um aspecto essencial da luta anticapitalista e anti-imperialista, por essência uma luta democrática e de classes, que objetivamente se volta contra a burguesia monopolista e financeira.

Por razões de sobrevivência, a classe dominante assume posições antinacionais, dando nova dimensão à atividade de solidariedade internacional, que passa a ter maior incidência na luta política e social cotidiana.

PUBLICIDADE

Assim, o ativismo internacionalista da esquerda passa a ser também uma questão interna, transversal a todas as frentes de militância.

Há no país uma organização social, o Cebrapaz, dedicada à solidariedade internacional e à defesa da paz, do ponto de vista democrático, popular e anti-imperialista, atuando unitariamente com todo o movimento social brasileiro na perspectiva de ativar a solidariedade com os povos agredidos pelas potências imperialistas. É lúcida a definição de fundir num só movimento a defesa da paz e a solidariedade internacional e de atuar com perspectiva unitária.

PUBLICIDADE

A defesa da política externa brasileira e o apoio a que se desenvolva mais e mais como fator diferencial na luta por uma nova ordem mundial se tornou importante aspecto da atividade internacionalista. O Brasil tornou-se ponderável ator internacional e as posições que assume falam com nitidez sobre o caráter do governo. Foi somente a partir da vitória da esquerda nas eleições de 2002, que o país passou a ter uma política externa inteiramente nova, verdadeiramente independente. Para além de corresponder à emergência do país como força econômica e geopolítica significativa na cena internacional, a política externa brasileira em muito tem contribuído para defender a paz mundial, fomentar a cooperação, ativar a solidariedade, contornar o hegemonismo, impulsionar a integração regional com parâmetros de independência e soberania, preconizar a democratização das relações internacionais, a prevalência do direito sobre a força e reformar as instituições do sistema ONU.

Tudo isso com o pressuposto da ação autônoma, livre das pressões de países que, tanto nas relações bilaterais, como no âmbito do Conselho de Segurança, que instrumentalizam, forcejam no sentido de que o país vote resoluções que se afastam da linha geral da sua própria política externa. De um modo geral, a nossa diplomacia tem atendido bem à exigência de defender a paz e se solidarizar com países agredidos.

PUBLICIDADE

É bom para o país e para os esforços dos que lutam por uma nova ordem mundial que a nossa diplomacia vote sempre com independência, na Assembleia Geral da ONU e em todas as suas instâncias.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email