A verdade sobre o PIB nos governos progressistas

Uma das versões apresentadas como verdade é a de que sob a presidência de Lula e Dilma o PIB derreteu, sendo que tudo seria culpa de uma política econômica irresponsável e dirigida de forma incompetente por um metalúrgico analfabeto e por uma tecnocrata incapaz. Será que é verdade?

www.brasil247.com - A verdade sobre o PIB nos governos progressistas
A verdade sobre o PIB nos governos progressistas (Foto: Juan Barbosa)


Já escrevi sobre a inflação e o desemprego, agora vou escrever sobre o desenvolvimento do PIB nos governos Lula e Dilma.

Afinal estamos vivendo tempos sombrios, tempos em que a versão é apresentada, à exaustão, como verdade pelos meios de comunicação conservadores; e essas versões formam convicções e certezas que não encontram qualquer relação com a verdade ou com a realidade.

Uma das versões apresentadas como verdade é a de que sob a presidência de Lula e Dilma o PIB derreteu, sendo que tudo seria culpa de uma política econômica irresponsável e dirigida de forma incompetente por um metalúrgico analfabeto e por uma tecnocrata incapaz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Será que é verdade?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O gráfico abaixo desmente essa versão.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E há mitos a serem desmascarados. Um deles diz respeito ao crescimento da economia brasileira.

Se compararmos o crescimento do PIB brasileiro e PIB mundial observaremos que o Brasil cresceu bem menos que o mundo de 1995 a 2002, ou seja, sobre a presidência de FHC e seus economistas liberais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O tucano-rei e de seus economistas mentem quando dizem que o Brasil cresceu mais nos governos Lula e Dilma como mero reflexo de uma melhor situação da economia mundial, pois no governo FHC, o Brasil cresceu, em média, 2,32% ao ano, contra um crescimento da economia mundial de 3,43%. Ou seja, com FHC, o Brasil cresceu o equivalente apenas 67,60% da média mundial.

Mas de 2003 a 2013, com Lula e Dilma, o crescimento médio por ano acelerou para 3,52% ao ano contra um crescimento da economia mundial de 3,78%, noutras palavras o Brasil cresceu, nos governos progressistas, 93,10% da média mundial.

O gráfico abaixo revela que a relação PIB Mundo x PIB Brasil é muito melhor com Lula do que com FHC e revela também que ao contrário do que dizem os "economistas - Pinóquio" Collor e de FHC são os piores governos quando analisamos o PIB com honestidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

E o gráfico abaixo revela, sem qualquer sombra de dúvida que FHC foi o pior presidente desde a implantação do Plano Real pelo Presidente Itamar Franco.

 

Lula recebeu um país com um PIB de R$ 1,491 trilhão ao ano, com crescimento médio de 1995 a 2002 de 2,30% e entregou à sua sucessora um PIB de R$ 3,887 trilhões, com crescimento médio de 2003 a 2010 de 4,25%. Evidentemente não é verdade que Lula tenha sido um desastre.

Mas e Dilma? Bem, Dilma talvez tenha sido o maior erro político de Lula, mas os números de 2011 a 2014 são melhores do que os números de FHC em seus dois períodos.

E há um aspecto que merecerá atenção noutro momento, que é a relação Divida Liquida x PIB.

No Brasil, a relação dívida pública líquida teve duas tendências nos últimos 20 anos: a primeira foi de elevação, de 1995 a 2002, no governo FHC, quando mais do que dobrou, saindo de 29,5% do PIB para 60,4%. A segunda foi de redução, no governo Lula-Dilma, saindo dos 60,4% do PIB entregues por FHC, para 34,9% em junho de 2014.

 

Enfim, as imagens acima demonstram que os "sardenbergs" e as "mirian leitão" poderiam ser um pouco mais honestos na sua militância e na sua semeadura de versões.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email