A verdade sobre o PIB nos governos progressistas

Uma das versões apresentadas como verdade é a de que sob a presidência de Lula e Dilma o PIB derreteu, sendo que tudo seria culpa de uma política econômica irresponsável e dirigida de forma incompetente por um metalúrgico analfabeto e por uma tecnocrata incapaz. Será que é verdade?

A verdade sobre o PIB nos governos progressistas
A verdade sobre o PIB nos governos progressistas (Foto: Juan Barbosa)

Já escrevi sobre a inflação e o desemprego, agora vou escrever sobre o desenvolvimento do PIB nos governos Lula e Dilma.

Afinal estamos vivendo tempos sombrios, tempos em que a versão é apresentada, à exaustão, como verdade pelos meios de comunicação conservadores; e essas versões formam convicções e certezas que não encontram qualquer relação com a verdade ou com a realidade.

Uma das versões apresentadas como verdade é a de que sob a presidência de Lula e Dilma o PIB derreteu, sendo que tudo seria culpa de uma política econômica irresponsável e dirigida de forma incompetente por um metalúrgico analfabeto e por uma tecnocrata incapaz.

Será que é verdade?

O gráfico abaixo desmente essa versão.

 

E há mitos a serem desmascarados. Um deles diz respeito ao crescimento da economia brasileira.

Se compararmos o crescimento do PIB brasileiro e PIB mundial observaremos que o Brasil cresceu bem menos que o mundo de 1995 a 2002, ou seja, sobre a presidência de FHC e seus economistas liberais.

O tucano-rei e de seus economistas mentem quando dizem que o Brasil cresceu mais nos governos Lula e Dilma como mero reflexo de uma melhor situação da economia mundial, pois no governo FHC, o Brasil cresceu, em média, 2,32% ao ano, contra um crescimento da economia mundial de 3,43%. Ou seja, com FHC, o Brasil cresceu o equivalente apenas 67,60% da média mundial.

Mas de 2003 a 2013, com Lula e Dilma, o crescimento médio por ano acelerou para 3,52% ao ano contra um crescimento da economia mundial de 3,78%, noutras palavras o Brasil cresceu, nos governos progressistas, 93,10% da média mundial.

O gráfico abaixo revela que a relação PIB Mundo x PIB Brasil é muito melhor com Lula do que com FHC e revela também que ao contrário do que dizem os "economistas - Pinóquio" Collor e de FHC são os piores governos quando analisamos o PIB com honestidade.

 

E o gráfico abaixo revela, sem qualquer sombra de dúvida que FHC foi o pior presidente desde a implantação do Plano Real pelo Presidente Itamar Franco.

 

Lula recebeu um país com um PIB de R$ 1,491 trilhão ao ano, com crescimento médio de 1995 a 2002 de 2,30% e entregou à sua sucessora um PIB de R$ 3,887 trilhões, com crescimento médio de 2003 a 2010 de 4,25%. Evidentemente não é verdade que Lula tenha sido um desastre.

Mas e Dilma? Bem, Dilma talvez tenha sido o maior erro político de Lula, mas os números de 2011 a 2014 são melhores do que os números de FHC em seus dois períodos.

E há um aspecto que merecerá atenção noutro momento, que é a relação Divida Liquida x PIB.

No Brasil, a relação dívida pública líquida teve duas tendências nos últimos 20 anos: a primeira foi de elevação, de 1995 a 2002, no governo FHC, quando mais do que dobrou, saindo de 29,5% do PIB para 60,4%. A segunda foi de redução, no governo Lula-Dilma, saindo dos 60,4% do PIB entregues por FHC, para 34,9% em junho de 2014.

 

Enfim, as imagens acima demonstram que os "sardenbergs" e as "mirian leitão" poderiam ser um pouco mais honestos na sua militância e na sua semeadura de versões.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Lava Jato e seus medos da Vaza Jato

"Embora Dallagnol falasse que o hacker tinha atingido a todos, a cada dia é mais forte na Polícia Federal a suposição de que o alvo foi apenas o seu próprio aparelho", escreve Marcelo Auler, do...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247