Abate de jumentos escandaliza o Brasil

Na espera para o abate, os moradores filmaram jumentos morrendo de fome e de sede na área de confinamento em terras arrendadas por um chinês chamado Ze Nan Wen, responsável por toda essa crueldade, cujo objetivo é vender carne ao Vietnã

www.brasil247.com - Abate de jumentos escandaliza o Brasil
Abate de jumentos escandaliza o Brasil


Na noite deste domingo (25), foi veiculado no programa Fantástico, da Rede Globo, a denúncia de moradores do município de Itapetinga, a 460 km de Salvador, na Bahia, acerca do abate de jumentos.

Embora a prática do abate desses animais seja legalizada no Brasil para fins de exportação de sua carne, couro e outras partes usadas para fins cosméticos, choca a crueldade e o descaso aos animais morrendo de inanição sem comida ou água, severamente machucados, fêmeas prenhas prostradas no chão com suas crias sendo devoradas vivas por urubus. Tudo isso, sem contar o manuseio corriqueiro e dantesco do matadouro (todo matadouro é cruel), onde também há condições de extrema violência e maus-tratos.

Na espera para o abate, os moradores filmaram jumentos morrendo de fome e de sede na área de confinamento em terras arrendadas por um chinês chamado Ze Nan Wen, responsável por toda essa crueldade, cujo objetivo é vender carne ao Vietnã.

O dono do matadouro local declarou na reportagem que não tinha conhecimento da precariedade da fazenda arrendada.

Atualmente ocorre o abate de mais de 200 animais por dia. A reportagem ouviu ainda biólogos que alegaram que estes animais correm riscos de extinção.

FAÇA SUA PARTE PELO FIM DESTA CRUELDADE

Há um Projeto de Lei contra o abate de jumentos na Câmara. Envie um email para o relator Arnaldo Jordy (Instagram @arnaldojordy) para que ele apresente o relatório para que o processo possa ser pautado e votado.

Email: [email protected]

"Deputado Arnaldo Jordy, pedimos ao senhor que apresente o seu relatório, o mais rápido o possível, para que o Projeto de Lei 5949/2013, que dispõe sobre a proibição ao abate de equinos, equídeos, mulas e jumentos em todo o território nacional possa ser colocado em pauta em votação o quanto antes."

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247