Adeus a mais uma previsão furada

Resultado positivo do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (0,59%) sepultou de vez mais uma previsão pessimista: o papo da recessão técnica

A divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que serve como uma prévia do PIB, mostrou que o País voltou a crescer, no penúltimo trimestre (julho a setembro).

A tendência para o último trimestre é também otimista.

Ao contrário de quando apostava em "recessão técnica", o mau comentarismo econômico deu pouquíssima importância aos sinais de que o País voltou a crescer.

O resultado positivo do IBC-Br, de 0,59%, sepultou de vez o papo furado.

O resultado não só foi bom como ficou bem acima da mediana das expectativas dos analistas, que era de 0,2%.

Isso demonstra que as expectativas do mercado estão bem aquém do movimento real da economia.

Essa foi a maior expansão da economia desde o início de 2013.

No entanto, parafraseando o personagem retratado no filme "Cidade de Deus", não é nenhum Dadinho, mas ainda é um Zé Pequeno.

Não dá para fazer uma grande festa, pois não é esse o PIB que o Brasil precisa, mas dá sim para comemorar. Se não o resultado mais animador, pelo menos a derrota da enésima previsão pessimista sobre a situação do Brasil em 2014.

Se alguém ainda se lembra, a lista de apocalipses para este ano incluía apagão, dengue em pleno inverno e vexame na organização da Copa - se é que haveria Copa.

Sobre apagão, um "especialista" em energia chegou a dizer, no início do ano, que o Governo Federal deveria seguir o "exemplo" (isso mesmo, foi assim que denominou) utilizado pelo governo paulista na gestão da crise da água em São Paulo. Hã?!

Mas não há de ser nada. Ainda falta torcer para a inflação ficar fora da meta e talvez mais alguma outra coisa que possa ser inventada antes do Natal, se é que haverá Natal.

A esta altura, aliás, sempre segundo os especialistas isentos de verdade, qualquer sujeito barbudo, vestido de vermelho e entregando pacotes na calada da noite deve ser tido como suspeito, denunciado e preso imediatamente.

Publicado originalmente no portal Carta Maior

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247