“Aha, uhu, Lula livre”

“Aha, uhu” é uma expressão de comemoração; eu ou você podemos usar tais vocábulos em circunstâncias ideais, porém a partir do momento que a utilizamos para concelebrar uma conquista jurídica que beira a fraude – é o fim

'Bolha eleitoral', 'pulverização de nicho, 'letargia eleitoral', as explicações rocambolescas da mídia para a eleição sem Lula
'Bolha eleitoral', 'pulverização de nicho, 'letargia eleitoral', as explicações rocambolescas da mídia para a eleição sem Lula

A Revista Veja publica novas revelações sobre o caso VAZA JATO, mais um diálogo vem à tona e demonstra o quão grave é a situação. O deputado Glauber Braga foi realmente mui feliz em sua afirmação na CCJ, no dia 02 de julho. 

“Aha, uhu” é uma expressão de comemoração; eu ou você podemos usar tais vocábulos em circunstâncias ideais, porém a partir do momento que a utilizamos para concelebrar uma conquista jurídica que beira a fraude – é o fim.

A situação está enraizada, profunda, e creio que as ramificações podem estar atravessando longas distâncias. Não é à toa que o Papa Francisco em vídeo tenha dito: “Os juízes tem que seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade”.

“Não fui eleito para virar o que eles são, eu fui eleito para ser quem sou. Tenho orgulho de ter sabido viver do outro lado sem esquecer quem eu era” trecho do livro A verdade vencerá- o povo sabe por que me condenam - de Luís Inácio Lula da Silva.

Está estabelecida uma guerra Espiritual neste latifúndio que nunca libertou seu povo da opressão, apenas trocou os termos; Escravo por trabalhador. A farsa da Lava jato prendeu Lula para prender o povo. E o novo governo foi montado no bunker de tal Operação - inclusive para sacramentar a mortificação desta população através da Reforma da Previdência, que ontem teve seu texto-base aprovado na Comissão da Câmara.

Heróis e Bandidos sempre fizeram a História, e o conluio é uma técnica antiga. 

Nossa história é manchada pela sanguinária sanha de eliminar qualquer forma de justiça para o povo e pelo povo; infelizmente existem pessoas que acreditam em redes de televisão que promovem discursos ideológicos para acalentar massas e torná-las passivas. Talvez o momento obscuro e cruel que rege o país seja a alavanca para fazer nascer o amor- próprio de uma nação.

A revista Veja entra na dança (a partir do heroísmo da Intercept) e ao publicar os últimos fatos relevantes contribui para que a sociedade sorva a verdade e reescreva a página carcamana e miliciana da história do Brasil; a afirmação de Abraham Lincoln é perfeita para a ocasião: “Pode-se enganar a todos por algum tempo, pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo”.

Aha, uhu, Lula Livre!

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247