Ainda não há nenhum outro líder no Brasil

Mesmo com processo, sítio, granja, triplex ou puxadinho no ABC, Lula é muito mais mito que qualquer Bolsonaro. Admiro os líderes que conseguem esse nível de popularidade. São gênios que mexem com as massas. Mas é muito ruim para o Brasil

Mesmo com processo, sítio, granja, triplex ou puxadinho no ABC, Lula é muito mais mito que qualquer Bolsonaro. Admiro os líderes que conseguem esse nível de popularidade. São gênios que mexem com as massas. Mas é muito ruim para o Brasil
Mesmo com processo, sítio, granja, triplex ou puxadinho no ABC, Lula é muito mais mito que qualquer Bolsonaro. Admiro os líderes que conseguem esse nível de popularidade. São gênios que mexem com as massas. Mas é muito ruim para o Brasil (Foto: Luciano Olivieri)

Nós somos carentes de liderança política. Hoje quando eu vi o Lula na Lapa, Centro do Rio de Janeiro, mais uma vez tive essa confirmação.
O cara consegue manter o silêncio de milhares que esperam um caminho, uma resposta, algo que venha da boca do Lula. Ele é o único hoje.

E não quero transformar o Lula em herói, é só uma leitura crua dos fatos.

Só vejo três pessoas capazes de mexer com o Brasil de uma só tacada: Lula, Edir Macedo e Silvio Santos. Cada um na sua área, mas não existe uma outra grande liderança capaz de fazer milhares calarem e estarem com ele.

Não tem Aécio, Serra, Garotinho, nem mesmo a Marina.

E o PSDB, DEM, PMDB e cia sabem disso. Marina pode até se lançar na frente em uma corrida eleitoral, mas ela não consegue se manter. Não tem condições de brigar frente a frente com Lula. Ela não tem a liderança, não tem o carisma, não tem a linguagem popular que ele tem.
Acho que só o Brizola teria condições de encarar o Lula frente a frente.

Depois disso, você deve estar me achando uma tiete do Lulalá, "mexeu com ele, mexeu comigo". Mas tenha calma, estamos somente vendo as coisas como são. Só elaborei esses parágrafos até aqui para dizer qual é razão do Lula nos palanques e negociações. Por uma única razão: ele é o único capaz de salvar a Dilma. Ela tem mais força em Brasília, não negocia mais. Somente o Lula podia tirar a Dilma dessa lama de impeachment.

Essa é a razão da oposição estar dando tanta porrada no Lula, fazer de tudo para não permitir a nomeação dele. Ele ameaça, ele é favorito absoluto para ganhar as próximas eleições. E também o alvo a ser abatido pelos mais liberais e etc. Não vamos nos enganar achando que essa briga é por ética ou justiça. Isso é uma briga feia por poder.

No discurso dessa terça na Lapa o Lula foi para a briga, assumiu a tática de polarizar, definiu claramente o inimigo. Bateu em Michel Temer, Cunha, Henrique Alves e cia. Taticamente agiu bem. Num momento como esse que está encurralado, o PT tinha de definir um inimigo. E falar para a sua audiência sobre esse inimigo, dizer os perigos que ele traz. Usar a mesma arma que Globo, Folha, Veja e Istoé vem fazendo contra o governo do PT. Mídias que também foram criticadas por Lula e todos no local.

Assim o Lula prova que mesmo com processo contra, com sítio, granja, triplex ou puxadinho no ABC ele é muito mais mito que qualquer Bolsonaro.

Admiro os líderes que conseguem esse nível de popularidade. São gênios que mexem com as massas. Mas é muito ruim para o Brasil, vemos claramente que o país não tem uma segunda força de liderança capaz de reunir um país em torno de uma agenda comum. Não existe uma segunda opção nem mesmo no PT. E a juventude está carente de uma referência, de alguém que interprete as questões atuais. E não se sabe da onde pode surgir essa liderança. Mas acredito que alguém que surja com um grande carisma com essa juventude, com força na forma de falar, mas com um postura mais moderada e menos careta, tem chance de ser o novo grande cara no Brasil.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247