Alelulas! Alvíciros!

Lula e Ciro protagonizaram a maior e melhor iniciativa do campo progressista desde 2018

Ex-presidente Lula recebe vista de Ciro Gomes e do governador do Ceará, Camilo Santana (PT-CE), no hospital Sírio-Libanês, onde está internada a ex-primeira-dama Marisa Letícia 03/02/2017 - São Paulo- SP
Ex-presidente Lula recebe vista de Ciro Gomes e do governador do Ceará, Camilo Santana (PT-CE), no hospital Sírio-Libanês, onde está internada a ex-primeira-dama Marisa Letícia 03/02/2017 - São Paulo- SP (Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lula e Ciro protagonizaram a maior e melhor iniciativa do campo progressista desde 2018: sentaram frente a frente para conversar e selar um trato político que colocou em primeiro plano os interesses nacionais, populares e democráticos.

Ainda é cedo para determinar o alcance, a profundidade e a envergadura do ato político e simbólico, mas aos que propõe a unidade e a amplitude como premissas para enfrentar o fascismo e o neoliberalismo e para superar a crise geral que massacra o povo e a nação, esse foi um passo importante.

Talvez a constatação de que fracassaram as táticas políticas aplicadas até aqui, caracterizadas pela divisão e disputa, tenha convencido a ambos de que se faz necessária uma outra abordagem e construção. O prognóstico de uma derrota maiúscula das Esquerdas no certame eleitoral e suas graves implicações parecem suficientemente pedagógicas para que se revisem discursos, condutas e encaminhamentos.

Curiosamente, o encontro ocorre em meio a um debate que ganhou espaço e força por causa da sugestão de que o PT abdicasse de sua candidatura em São Paulo para apoiar o PSOL. A obtuosidade - ou o desespero - da propositura indica e significa o reconhecimento implícito e envergonhado de que as racionalizações estavam redondamente equivocadas.

O método falho - antes e agora - trouxe como mérito a inspiração para uma busca e construção mais responsável e estruturada. Unir um centro vivo, orgânico, dilatado, seria o começo de uma articulação ampla, abrangente e ativa para recuperar os três objetos do Estado: Democrático de Direito, de Bem Estar Social e Soberano Desenvolvimentista.

Muitas são as questões, dúvidas, arranjos, aparos e desafios para responder e realizar, porém há uma certeza: temos algo novo e promissor em gestação. Que o exemplo dado pelas lideranças aponte e estimule uma outra relação e trabalho, pois os inimigos e adversários até o momento só se beneficiaram de nossa incapacidade de diálogo e acordo. É hora de pôr a Política na vanguarda, o Programa como base e a União como prática. Saudemos isso: "aleLulas", "alvíCiros"!

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247