Alerta geral

"Vejo um outro ponto de ruptura no horizonte. A tentativa de Bolsonaro de aparelhar a Câmara dos deputados com Arthur Lira, do "PDS" de Alagoas, completará o controle do nazibolsonarismo sobre a República", diz o colunista Eduardo Guimarães, editor do Blog da Cidadania

www.brasil247.com - Deputado Arthur Lira (PP-AL) cumprimenta o presidente Jair Bolsonaro (dez.2018)
Deputado Arthur Lira (PP-AL) cumprimenta o presidente Jair Bolsonaro (dez.2018) (Foto: Reprodução Facebook/Arthur Lira)


Em 17 de junho de 2013, eu, Eduardo Guimarães, publiquei no Blog da Cidadania um artigo intitulado "Isso vai terminar em golpe".

O texto ponderava que as manifestações que se apoderavam do país teriam os seguintes efeitos:

1 - Originárias da esquerda antipetista, promoveriam forte queda na aprovação do governo Dilma devido a sugerirem insatisfação popular apesar de o Brasil, então, distribuir renda, reduzir a pobreza e ser o país que mais atraía investimentos estrangeiros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

2 - A queda da aprovação de Dilma excitaria o mau caráter do então vice-presidente Michel Temer e ele conspiraria para tirar o foco social do governo do país e substituir a presidente via impeachment.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

3 - Os gigantescos gastos sociais da era petista seriam revertidos e os trabalhadores perderiam direitos  e protagonismo. 

 Incrivelmente, o script se cumpriu à risca. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Agora, vejo um outro ponto de ruptura no horizonte. A tentativa de Bolsonaro de aparelhar a Câmara dos deputados com Arthur Lira, do "PDS" de Alagoas, completará o controle do nazibolsonarismo sobre a República.

Uma emenda da re-reeleição será aprovada em um segundo mandato que Bolsonaro obterá graças ao aparelhamento  completo das instituições, se assumir também o controle da Câmara.

O aparelhamento se completaria com PGR, Abin, PF, 2 ministros no STF, Senado, Câmara  e outros. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A mesma esquerda voluntarista que tirou a extrema-direita do armário em 2013 e deu "moral" ao antipetismo insano que se apoderou do país, agora está com uma ideia de jerico de lançar candidato à Presidência da Câmara, elegendo Lira.

A eleição de Arthur Lira à Presidência da Câmara será o golpe de misericórdia na democracia brasileira e fortalecerá Bolsonaro ao impensável. 

Pense.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email