Alimentando cães raivosos

Resta saber de que lado estão partidos políticos como o PSDB e PPS, que participam legalmente do jogo democrático, mas que neste momento jogam água no moinho dos extremistas

Resta saber de que lado estão partidos políticos como o PSDB e PPS, que participam legalmente do jogo democrático, mas que neste momento jogam água no moinho dos extremistas
Resta saber de que lado estão partidos políticos como o PSDB e PPS, que participam legalmente do jogo democrático, mas que neste momento jogam água no moinho dos extremistas (Foto: Washington Luiz de Araújo)

A inconsequência de ativistas da extrema direita está ganhando espaço nas ruas e na Internet.  Boatos, ameaças físicas, palavras de ordem contra a democracia são a tônica destas pessoas que não medem consequência sobre o resultado que pode advir de suas ações.

Notícias de sites como o Outras Palavras dão conta que uma moçada vitaminada por ONGs da extrema direita norte-americana faz parte desta ala dos inconsequentes.

Resta saber de que lado estão partidos políticos como o PSDB e PPS, que participam legalmente do jogo democrático, mas que neste momento jogam água no moinho dos extremistas, vislumbrando lucros políticos.

Já na campanha presidencial, estes grupos extremistas  pregavam a volta da ditadura militar, disseminavam boatos e partiam para agressoes, desfilando ao lado de políticos da oposição, sendo bem recebidos entre aqueles que disputavam o voto na urna contra a presidenta Dilma.

Eleita, Dilma não teve tempo bom em nenhum momento, com o terceiro turno sendo forçado, como se os votos nas urnas nada valessem. E sempre mimoseados pela oposição e pela chamada grande mídia, estes grupos extremistas foram ganhando mais e mais espaço.

A esquerda brasileira tem inúmeros defeitos, sendo o maior o fato de se dividir em polêmicas muitas vezes fúteis em vez de se unir quando a democracia está em jogo, mas não está entre os seus defeitos a prática da violência, do tumulto.

Habituada a participar de manifestações, as pessoas de esquerda evitam provocações e tentam dar seu recado, ocupando as ruas sem agressões físicas ou verbais. Não é o caso da direita, que quer ganhar no grito e na porrada.

De novo, que as pessoas conscientes, mesmo contrárias ao projeto político do governo atual, parem para pensar e não alimentem os cães raivosos que se soltaram de suas coleiras e ameaçam a democracia a mordidas.

Vamos torcer para  que estas pessoas se manifestem e ponham um freio neste movimento que é um desserviço a uma democracia plena. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247