All men are brothers! Brasil pede socorro!

O liberalismo econômico que é o filho do Capitalismo está cada vez mais em voga; e na forma de neoliberalismo tem a missão convicta de varrer da face da Terra qualquer manifestação contrária a esta ideário

www.brasil247.com - All men are brothers! Brasil pede socorro!
All men are brothers! Brasil pede socorro! (Foto: Adriano Machado - Reuters)


"Jornalismo", "Classe trabalhadora", "liberal", "conservador" são termos inventados na Idade Contemporânea, precisamente após a Revolução Industrial e atualmente tais termos ainda estão experimentando seu uso de forma literal. O liberalismo econômico que é o filho do Capitalismo está cada vez mais em voga; e na forma de neoliberalismo tem a missão convicta de varrer da face da Terra qualquer manifestação contrária a esta ideário.

E o Capitalismo subtrai através do lucro/exploração a seiva elaborada de cada indivíduo sobre o planeta; o homem comum, o ser humano, está à mercê deste modo de produção que fez nascer uma classe BURGUESA, que não consegue viver sem ele.

Em 1789, Londres já era um centro urbano, e possuía mais de hum milhão de habitantes, ela foi a capital da industrialização que se esparramaria pelo mundo... o Homem e a máquina iniciam nesta fase moderna da HISTÓRIA um amálgama que se tornará a alavanca na regência dos tempos.

E o bem comum? Que já fora trucidado em fins da Idade Média, como sobrevive diante deste novo ditame com o nome de REVOLUÇÃO; sendo que a palavra Revolução significa mudança generalizada de algo, com substituição de tudo por tudo.

De um lado uma classe trabalhadora composta de todas as faixas etárias que mal remuneradas labutavam até quase o esgotamento físico – Em fábricas, sem condições de higiene, que sob o comando de seus proprietários burgueses, só pensavam na produção e no lucro; o que parece ser um grande salto evolutivo de progresso - Na verdade implanta a luta de classes entre os humanos; uma luta de classes que segundo Karl Marx sempre existiu desde o início da existência humana.

O Ancien Régime, que deixava seu povo sem pão, como bem ilustra o exemplo francês, é substituído pela ERA DO DIREITO, com o princípio do contrato social, pelo Estado de bem-estar social: Dezesseis horas diárias de trabalho, sem direito a férias, com mortes por doenças insalubres, ou acidentes de trabalho, era dessa forma que se garantia o BEM-ESTAR SOCIAL COMUM.

E de onde vem o socorro? Sempre ao longo da história humana, existem dois lados: Há aparentemente vencedores, e perdedores que precisam contar os fatos; que são colhidos das fontes primárias mais variadas e comprovadas, por quem teve sempre o cuidado de historiografar o passado.

Movimentos, Ligas, Manifestos, sobrevieram sempre para amainar as injustiças que ao longo dos séculos dividiram a humanidade em: Dominados e Dominadores; e durante a modernidade do tempo industrial com sua burguesia exploradora e sedenta de lucro, não fora diferente.

O filósofo liberal Karl Marx, foi jornalista, filósofo, historiador, escritor alemão que nasceu no século XIX; no ano de 1818, fundou o Socialismo científico, e junto com Friedrich Engels, escreveu um livro sobre o capitalismo: O Capital.

Marx trabalhou em um jornal chamado "A Gazeta Renana". A pedido do governo alemão Karl é expulso da França e da Bélgica. Suas publicações eram contra o governo alemão, e por isso sofreu perseguição. Através de angariações financeiras entre amigos, ele foi para Londres, para dar continuidade a sua pesquisa e luta. Antes da Revolução de 1848, chamada PRIMAVERA DOS POVOS, uma de suas publicações mais conhecidas e importantes ficou pronta: O MANIFESTO COMUNISTA.

"Considerado um tratado político de suma importância para a HISTÓRIA", o MANIFESTO COMUNISTA em uma de suas narrativas diz: "A história de todas as sociedades que existiram até nossos dias tem sido a história das lutas de classe" e Engels e Marx entregavam ao mundo, que "patrícios", "escravos", "mestres", "vassalos", "servos", "cavaleiros", "proletários"; sempre foram dominados por uma elite senhorial.

E agora aqui na Terra Brasilis, o nosso coração se desencanta com as últimas proclamações senhoriais que expressam ódio, e segregação, especialmente aos oficiadores de notícias, a Imprensa, que desde a Antiga "Acta Diurna" do imperador romano Júlio César, e perpassando por Graco Babeuf, até os nossos dias – possui a missão sagrada de divulgar a verdade dos fatos; até que se prove o contrário: O BRASIL PEDE SOCORRO!

Logados na era da informática, navegamos na WEB, em busca de justiça; e da justiça da notícia, e foi de uma "Liga de justos" no século Dezenove, composta por homens comprometidos com a igualdade, que celebravam a união comum para o bem como o seu próprio slogan deixava bem claro, "ALL MEN ARE BROTHERS".

As transformações aterrissaram, e na sede em Paris: Karl Marx e Engels lançaram o MANIFESTO que reluzia de apontamentos de igualdade, fraternidade e justiça... e aqui neste país continental, onde impera o poder das metrópoles representadas por fantoches políticos - há um espectro a solta: E não é o espectro do comunismo, e sim o espectro do massacre globalista, imperialista e ditatorial, que tenta calar, perseguir e extinguir, qualquer ser ou ideia que expresse IRMANDADE.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email