Amazon, símbolo da superexploração do Plataformismo

O Plataformismo não é apenas exatamente uma nova etapa, mas faz parte de um ciclo mais agudo e intenso de acumulação, porque de certa forma significa um "neo-Taylorismo"

Entenda os próximos passos da Amazon para crescer no Brasil
Entenda os próximos passos da Amazon para crescer no Brasil
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O New York Times (NYT) informa (aqui) que a gigante de tecnologia (Big Tech) Amazon, ganhou dos sindicatos + Democratas (Biden e Sanders) e garantiu relações trabalhistas diretas com seus 1,3 milhão de trabalhadores, quase 70% nos EUA.

Em síntese, uma vitória do tecnofeudalismo e da servidão, quando o trabalhador agradece e reverencia o patrão, pelo seu direito de ser superexplorado para sobreviver. PLATAFORMISMO!

Trata-se de um fase posterior ao Fordismo e ao Toyotismo dentro do Modo de Produção Capitalista (MPC).

O Plataformismo não é apenas exatamente uma nova etapa, mas faz parte de um ciclo mais agudo e intenso de acumulação, porque de certa forma significa um "neo-Taylorismo", na medida em que exerce uma controle e uma supervisão total sobre o tecno-trabalhador que é comandado pelos algoritmos das plataformas digitais. 

Além disso, o Plataformismo também adiciona a ideia da acumulação flexível do Toyotismo que levou o modo de produção capitalista à ampliação da financeirização e do rentismo como forma de extrair e expropriar a renda da economia real nos diversos cantos do planeta. 

A inovação passou a ser completamente capturada pelo andar de cima (processo de startupização), enquanto o atual sistema de extração de valor amplia, em níveis colossais, a renda do trabalho que se torna ainda mais precarizado com desigualdade recorde e ampliada.

Por isso é importante situar e debater o "Plataformismo" neste momento do capitalismo contemporâneo, quando a dominação tecnológica reforça a hegemonia financeira.

Referência

Sobre o tema leia o artigo "Disputa no e-commerce de varejo no Brasil: entre o intangível do digital e a materialidade da infraestrutura de logística", deste autor, publicado em 2 de novembro de 2020, na revista ComCiência do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo da Unicamp e SBPC. Disponível em: https://www.comciencia.br/disputa-no-e-commerce-de-varejo-no-brasil-entre-o-intangivel-do-digital-e-a-materialidade-da-infraestrutura-de-logistica/

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email