Fátima Bezerra avatar

Fátima Bezerra

28 artigos

HOME > blog

Apesar de vocês

Apesar de vocês, que apoiaram o golpe de 64 e patrocinam mais um golpe no Brasil, amanhã há de ser outro dia. Cedo ou tarde a democracia será vitoriosa, pois a democracia é uma conquista civilizatória

31/03/2016 - São Paulo - SP, Brasil - Ato em defesa da Democracia na Praça da Sé em São Paulo. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula (Foto: Fátima Bezerra)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Durante a chamada Guerra Fria, os golpes de Estado na América Latina seguiram um roteiro engenhoso. Através da grande mídia empresarial, alimentava-se o clima de instabilidade política e econômica, explorava-se o mote do combate à corrupção e conquistava-se o apoio de setores médios da sociedade, que nunca souberam o que era fome, seca ou qualquer coisa parecida. Em seguida vinha a intervenção militar, fantasiada de revolução e comemorada pelas elites. Resultado: supressão da democracia, perseguição política, tortura e morte. Depois do golpe civil-militar de 1964 no Brasil, somente em 1989 pudemos votar e eleger diretamente os nossos representantes.

A crise econômica internacional, desencadeada em 2008 no centro do capitalismo, intensificou o processo de disputa de hegemonia no âmbito internacional, de modo que os Estados Unidos e seus aliados passaram a olhar para a América Latina como outrora, buscando desestabilizar os governos progressistas da região para recuperar a hegemonia perdida. Não por acaso testemunhamos recentemente os golpes de Estado em Honduras e no Paraguai, desta vez seguindo um roteiro um pouco distinto. Novamente a grande mídia empresarial é explorada para alimentar a instabilidade política e econômica em países governados por partidos ou coalizões progressistas, novamente o mote do combate à corrupção é utilizado para conquistar o apoio de setores médios da sociedade e viabilizar o golpe via parlamento ou judiciário, sem tanques nas ruas, fantasiando o golpe de legalismo.

A história, entretanto, apesar de também ser um território de disputa de narrativas, sempre reservou o lugar apropriado para aqueles que se associaram contra a soberania do voto popular, contra a democracia. Passada a ditadura militar, a classe trabalhadora brasileira construiu o PT, o MST e a CUT; partidos e organizações da sociedade civil que foram inseridos na ilegalidade pelo regime militar foram reconstruídos; a sociedade se mobilizou e fez fazer os seus direitos na Constituinte de 88; Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente em 2002. O lixo da história foi o lugar reservado aos golpistas e aos veículos de comunicação que apoiaram o golpe de 64, que teve como principal objetivo impedir as reformas de base e subordinar o Brasil aos interesses das grandes potências internacionais.

Apesar de vocês, que apoiaram o golpe de 64 e patrocinam mais um golpe no Brasil, a sociedade brasileira vem reaprendendo a lutar e resistir. As universidades brasileiras se transformaram em verdadeiras trincheiras de resistência democrática, com a mobilização permanente de estudantes, técnicos e docentes. Os artistas, produtores culturais, militantes da cultura, intelectuais, lideranças religiosas e juristas se articulam em comitês em defesa da democracia por todo o país. Os trabalhadores realizam assembleias populares para defender os direitos sociais e fortalecer a luta contra o golpe.

Mesmo sem os grandes veículos de comunicação fazendo a cobertura de nossas mobilizações ao vivo, mesmo sem a TV Globo – que apoiou o golpe de 64 – convocando a população para as manifestações em defesa da democracia, a Frente Brasil Popular realizou mais uma grande mobilização popular no dia de ontem. Todas as divergências políticas foram colocadas de lado para dar lugar a uma grande unidade em defesa da legalidade. Gente de todas as cores, de todas as crenças e de todos os segmentos da sociedade brasileira foi às ruas para dizer não ao golpe, pois reconhece os interesses que estão novamente por trás da ruptura democrática.

Apesar de vocês, que apoiaram o golpe de 64 e patrocinam mais um golpe no Brasil, amanhã há de ser outro dia. Cedo ou tarde a democracia será vitoriosa, pois a democracia é uma conquista civilizatória.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: