CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Florestan Fernandes Jr avatar

Florestan Fernandes Jr

Florestan Fernandes Júnior é jornalista, escritor e Diretor de Redação do Brasil 247

170 artigos

blog

Arquivo vivo de Bolsonaro, Cid não tem vocação para "kamikaze"

Mauro Cid é, definitivamente, um homem bomba e, como sombra que sempre foi, conhece bem os métodos que Bolsonaro utiliza com seus desafetos

Tenente-coronel Mauro Cid na CPMI dos Atos Golpistas - 11.07.2023 (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Menos de 24 horas após dar uma entrevista para a revista Veja, o advogado de Mauro Cid voltou atrás e disse que seu cliente não vai "dedurar" Bolsonaro, mas que à reportagem se referiu apenas ao rolex. O fato é que ninguém sabe mais sobre Jair Messias Bolsonaro, do que o tenente coronel Mauro Cid. O pai de Cid é amigo de Bolsonaro de longa data, desde a época em que ambos eram alunos na AMAN. Uma amizade que aproximou as duas famílias, a tal ponto que Mauro Cid, quando criança, chamava Bolsonaro de tio. Nesses quatro anos como ajudante de ordens, Cid ficou ainda mais íntimo do "tio" Bolsonaro.

A ponto de ultrapassar as funções de seu cargo no Planalto. Era Mauro Cid quem acompanhava, como sombra, todos os passos de Bolsonaro. Era ele quem cuidava de todos os aspectos da vida pessoal do ex-Presidente. Dentre suas atribuições, a de cuidar da agenda de Bolsonaro, inclusive atendendo ligações e passando recados do telefone dele. Mauro Cid também participava das reuniões, até mesmo daquelas mais fechadas, como as que definiam os temas para alimentar as milicias digitais ou das tramas golpistas. O que não presenciava, era relatado pelo próprio Bolsonaro. Estou convicto de que ele sabe, em profundidade, até mesmo do que não presenciou, pois atuava nos bastidores e era "briefado" pelo seu Chefe, com quem tinha uma relação íntima e de raízes familiares.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No ano passado, quando o ministro Alexandre de Moraes quebrou o sigilo do telefone de Mauro Cid, Bolsonaro ficou enlouquecido. Chegou a verbalizar isso numa fala para a imprensa, no Palacio do Planalto. Sabia que o risco era dele próprio.

Há o risco real de que uma delação, ou mesmo confissão de Cid, se estenda pra todo o clã Bolsonaro. A capacidade de estrago é deliciosamente alvissareira pra nós, que queremos essa gente defenestrada do cenário político brasileiro. Quanto ao desmentido do advogado de Mauro Cid sobre a matéria da Veja, a questão das joias nem é o mais relevante que Cid pode vir a falar. Mauro Cid é, definitivamente, um homem bomba e, como sombra que sempre foi, conhece bem os métodos que Bolsonaro utiliza com seus desafetos. O alerta feito pela senadora Damares Alves ao hacker Walter Delgatti Neto, dá uma dimensão de como o núcleo duro de Bolsonaro reage com todos que são considerados inimigos do “mito” : “Só vou dizer o seguinte, a vida dá volta e é a tua vida que está em risco. Que Deus tenha misericórdia de você”. Cid tem bons motivos para temer uma delação, principalmente depois que Bolsonaro, pouco depois de saber da matéria da revista Veja, vir rapidamente afirmar que a estratégia de confissão da defesa de Mauro Cid é "kamikaze.” Para bom entendedor, não apenas meia palavra, mas até o silencio basta.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO