As duas Esquerdas brasileiras: humanista e anti-humanista

"O que há em comum a estas duas frentes é a convicção de que os EUA são inimigos e que o imperialismo ianque é uma das grandes forças tóxicas do planeta"

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Alexander Ermochenko)


Que a sociedade brasileira está completamente dividida entre Direita e Esquerda, já é algo conhecido ao menos desde 2018. Todavia, os mais recentes eventos mundiais – e especialmente a guerra russo-ucraniana – evidenciaram uma inegável rachadura dentro da Esquerda também. Há os que defendem Putin, apesar de seu status plenamente ditatorial e de suas transgressões aos Direitos Humanos. E há os que rejeitam Putin, colocando-o no rol dos nocivos líderes do planeta. Termos como “imperialista” e “anti-imperialista” surgem nesta divisão, lidos e relidos de maneira completamente diversa.

O que há em comum a estas duas frentes é a convicção (desde sempre) de que os EUA são inimigos e que o imperialismo ianque é uma das grandes forças tóxicas do planeta. A posição sobre Putin especificamente se mostra então como decisiva nessa cisão, em cujo o centro compreendo estar a questão do Humanismo.

Neste artigo em forma de breve vídeo, desenvolvo uma argumentação acerca da situação da alquebrada Esquerda brasileira, não deixando de anunciar o lado em que me insiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Concordâncias, discordâncias? Deixe seu comentário. Abraços.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email