Atentados à democracia! O neoliberalismo quer continuar reinando no mundo.

"O povo é 'cognitivamente preparado' para relativizar falcatruas e abusos, sem poder se sublevar, escreve Valéria Guerra Reiter



No primeiro dia de setembro primaveril brasileiro, um homem nascido no Brasil e radicado na Argentina atentou contra a vida da vice-presidente da Argentina Cristina Kirchner.

A arma falhou, e um possível admirador do  bolsonarismo foi preso durante a fuga. Aqui no Brasil faltam exatos trinta dias para o pleito eleitoral, e a Covid-19, não cessou; apenas arrefeceu.

Trinta e três milhões não comem. No entanto a propaganda eleitoral do chefe do executivo distribui auxílios, debaixo do nariz de um NEOLIBERALISMO zangado...sim,  aquele pai , que apesar da zanga,  sabe esperar o filhinho voltar a fazer o trabalho de casa direitinho, ou seja, desativar o tal do auxílio eleitoreiro e continuar a execrar a massa desvanecida ...após o cerrar das cortinas do voto.

O povo que é “cognitivamente preparado” para relativizar falcatruas e abusos, sem poder se sublevar - contra o chicote dos latifundiários e donos de motéis -   que se abancam dentro do Senado Federal...talvez (pecuniariamente) para comprar seu perfume francês; e por fetiche também almejam chegar ao cargo maior de presidenta (o) da República, enquanto Professores “oprimidos” por salários ínfimos, rodeados de reformas desvairadas e debochadas “podem” continuar a morrer por eles...

Reitero, a selvageria do NEOLIBERALISMO é romana. E as melhores leis estão valendo menos que um vírus em estado mineral.

O Sars-Cov2 continua matando, ele é feroz, e as estatísticas comprovam: ele só está “pegando” na população que se dependura nos trens e ônibus diariamente. O neto do Mercantilismo não desiste e consegue até criar duplas femininas fantasiadas de candidatas a um presidencialismo que poderá monetizar alunos para retroalimentar e superaquecer o mercado moteleiro do sexo...em um ciclo MANTENEDOR da pobreza colonial.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email