Boi de Piranha

Em apenas quatro dias de mandato foram inúmeras as medidas controversas tomadas por nosso novo chefe de Estado e de governo, no entanto, apenas algumas delas vêm recebendo enorme atenção positiva e negativamente

Boi de Piranha
Boi de Piranha (Foto: Adriano Machado - Reuters)

Finalmente, depois de grandes pelejas nos âmbitos da macro e da micro política, tivemos o início do governo Bolsonaro. Aclamado por muitos e odiados por vários outros iniciou seu mandato da forma que todos, favoráveis ou contrários, esperavam, discutindo de maneira ampla pautas inexistentes que têm o poder de inflamar as paixões mais básicas em ambos os lados.

Em apenas quatro dias de mandato foram inúmeras as medidas controversas tomadas por nosso novo chefe de Estado e de governo, no entanto, apenas algumas delas vêm recebendo enorme atenção positiva e negativamente. Enquanto o COAF vai para as mãos do super ministro da justiça, dívidas milionárias de ruralistas são perdoadas, ministérios, secretarias, projetos e afins são extintos, servidores públicos que possuem um viés ideológico mais central ou canhotos são exonerados, terras indígenas são entregues ao Ministério da Agricultura para demarcação, estamos aqui, discutindo por mais uma vez que cor não tem gênero.
Não me entendam mal, acredito piamente na validade de tal discussão, a quebra de paradigmas instituídos na sociedade brasileira sobre os supostos papéis a serem desempenhados por homens e mulheres, no entanto não consigo deixar de pensar no quão manipuláveis nós somos e no quão inteligente o novo governo é.

Essa última afirmação pode soar estranha, principalmente vindo de uma pessoa contrária ao chamado "capitão" e suas ações, mas é preciso admitir que nós, a oposição, somos, hoje, os novos "robôs do Bolsonaro". Honestamente, não entendo tamanha comoção com a fala de uma ministra de governo, sendo que tais palavras foram ditas, de maneira diferente, pelo seu chefe no discurso de posse e durante, praticamente, toda a sua vida pública. Damares e sua fala "menino veste azul e menina veste rosa" nada mais são que o famoso "boi de piranha" revisitado, pois é certo que nada acontecerá a ela no espectro político.

Somos os novos robôs, pois toda repulsa e indignação são canalizadas a favor do governo, quer você queira ou não. Essa cortina de fumaça acabou por deixar de lado todas as outras ações iniciais já listadas por aqui, além disto nossas belas publicações de "resistência" nas redes sociais, acredito eu, que não chegam nem perto do objetivo esperado, muito pelo contrário. Aquelas pessoas favoráveis a Damares e suas palavras, podem até discutir de maneira veemente com você, mas tenha a certeza de que o pensamento delas não será mudado, muito pelo contrário, e sim reforçado, uma vez que se todos os "petistas, comunistas e esquerdalhas" seguem determinado caminho, o natural a eles é seguir o oposto.

Em suma, o objetivo deste texto não é desmerecer as pautas hoje defendidas pela esquerda, pois todas elas são de suma importância para a construção de uma sociedade civilizada, entretanto, nestes novos tempos em que uma eleição presidencial foi, praticamente, decidida pelo uso "correto" das redes sociais, devemos tomar cuidado para não servirmos ao mestre errado. Tomemos cuidado com o "boi" a ser atacado e lembremos que aquele jogado às feras sempre é o mais fraco e sem valor, o qual não traria nada de bom para seu criador no futuro.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247