Bolsonaro abandonou a campanha

www.brasil247.com -
(Foto: Isac Nóbrega/PR | FABIO RODRIGUES-POZZEBOM/ABR)


Ao que parece, a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro não administra mais sua agenda cognitiva e comportamental. O candidato continua seguindo seus instintos primitivos sem preocupação com ambiente, aliados e público. 

Com a derrota anunciada para o ex-presidente Lula do PT, o candidato do PL recorreu ao general Braga Netto para ser vice em sua chapa. Essa escolha diz muito sobre contestação do resultado das urnas, sobre tentativa de golpe e perseguição aos adversários. 

O grupo político que forma o Centrão e que apoia o candidato à reeleição, não está interessado em Bolsonaro pós derrota, não vai sustentar tentativa de golpe, por isso a preferência pela ministra da agricultura, Tereza Cristina, como primeira opção na linha sucessória. 

Todos lutam pela própria sobrevivência parlamentar e não hesitarão em virar a casaca e apoiar outro candidato caso o barco atracado comece a fazer água.  

Com medo de entregar a carniça aos urubus, porque sabe que não contará com o apoio dos aliados civis em uma aventura golpista, Bolsonaro colocou os pés no quartel com a intenção de fugir do longo inverno que o espera depois de janeiro 2023. 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email