Bolsonaro controla Milton Ribeiro por meio do advogado

"Por meio de Daniel Bialski terá acesso aos detalhes do processo e vai saber, antes, o que Ribeiro vai dizer à Justiça", avalia Alex Solnik

www.brasil247.com - Bolsonaro e Milton Ribeiro
Bolsonaro e Milton Ribeiro (Foto: Clauber Cleber Caetano/PR)


Por Alex Solnik

O advogado Daniel Bialski declarou que não era defensor do ex-ministro Milton Ribeiro até às 06h00 de hoje, quando foi acionado por ele, por telefone, com um pedido de socorro: a PF estava na sua porta. 

Ribeiro tinha, portanto, seu número na agenda, fornecido certamente por sua amiga Michelle Bolsonaro, cliente de Bialski e sua madrinha na indicação ao ministério. E a liberdade de telefonar em plena madrugada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Publicamente, Bolsonaro tenta se distanciar do ex-ministro depois de preso, mas, nos bastidores, está mais próximo dele do que se imagina. Por meio de Bialski terá acesso aos detalhes do processo e vai saber, antes, o que Ribeiro vai dizer à Justiça. Ou melhor: ditará a Ribeiro o que ele vai dizer. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E a presença de Bialski na defesa é a garantia de que o cliente não fará nenhuma “loucura”, como uma delação premiada. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pode ser que Ribeiro tenha concordado com o esquema iludido com a possibilidade de receber melhor tratamento da Justiça devido às ligações do advogado com o Planalto, mas, nas atuais circunstâncias, tais ligações mais prejudicam que favorecem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email