Bolsonaro é mais perigoso que Alckmin

"Bolsonaro é o grande golpista. Além de ter colaborado no golpe contra Dilma prepara um golpe contra a democracia. Ele é o candidato que defende a volta da ditadura. E um Congresso com maioria conservadora pode aprovar uma nova ditadura, como aprovou a de 1964", diz o colunista Alex Solnik; "Bolsonaro quer destruir tudo o que os brasileiros conquistaram desde a redemocratização. Ele ameaça a democracia, Alckmin, não. Alckmin é tucano, Bolsonaro é ave de rapina"

Bolsonaro é mais perigoso que Alckmin
Bolsonaro é mais perigoso que Alckmin (Foto: Esq.: Marcelo Camargo - ABR / Dir.: Fabio Pozzebom - ABR)

Não tem lógica a estratégia do PT de bater em Alckmin e não dar bola a Bolsonaro. Deixar que os outros batam nele. Até se compreende que o PT queira se vingar do golpe de Temer por meio de Alckmin, já que metade do governo Temer embarcou na candidatura do PSDB, mas o PT esquece que Bolsonaro é tão golpista quanto Alckmin, defendeu um torturador em seu voto contra Dilma, suas propostas são assustadoras e é o mais ferrenho inimigo do PT. Ele encarnou o antipetismo. Se chegar aonde quer chegar vai fazer de tudo para destruir o PT e os movimentos sociais como MST. Ele já disse que MST é um grupo terrorista.

Bolsonaro é o grande golpista. Além de ter colaborado no golpe contra Dilma prepara um golpe contra a democracia. Ele é o candidato que defende a volta da ditadura. E um Congresso com maioria conservadora pode aprovar uma nova ditadura, como aprovou a de 1964.

Ele é eleitoralmente mais perigoso porque está muitos pontos à frente do ex-governador paulista nas pesquisas. Muito mais perto do segundo turno. Está ficando claro que ele é o herdeiro dos 51 milhões de votos de Aécio em 2014 e não Alckmin. E Alckmin é o único que pode tirar voto dele quando começar o horário gratuito na TV. Seria mais inteligente deixar Alckmin desidratar Bolsonaro.

A agenda de Bolsonaro é muito mais nociva que a do tucano. Alckmin quer privatizar estatais, mas exclui Banco do Brasil e Petrobrás. Bolsonaro quer vender tudo, inclusive essas duas joias da coroa. Bolsonaro quer acabar com o ensino gratuito nas universidades. Quer mexer nas verbas obrigatórias do orçamento nacional. Quer militarizar as escolas públicas. Preconiza ensinar crianças a atirar. Estimula o porte de armas. Vai empurrar a reforma da Previdência goela abaixo dos brasileiros. Vai piorar ainda mais a reforma trabalhista. Alckmin não vai tão longe.

A vice de Alckmin é osso duro de roer. Está à direita dele. Elogiou o ataque a bala à caravana de Lula ao Sul. Mas o vice de Bolsonaro é ainda mais autoritário. Ainda mais reacionário. Um ex-general identificado com a linha dura do Exército. A ala que tentou tomar o poder do general Geisel durante a ditadura. Ele era considerado moderado. Mourão é sobrinho daquele outro Mourão, o general que deu o start ao golpe militar de 64.

Bolsonaro quer destruir tudo o que os brasileiros conquistaram desde a redemocratização.

Ele ameaça a democracia, Alckmin, não.

Alckmin é tucano, Bolsonaro é ave de rapina.

Todos os presidenciáveis deveriam formar uma frente anti-Bolsonaro. Ameaça à democracia é ameaça a todos os políticos. E a todos os brasileiros.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247