Bolsonaro e sua matilha não servem mais para nada

"A reforma da previdência se enquadra, no caso do governo Bolsonaro e de seus seguidores mentecaptos, na velha história do cachorro correndo atrás do carro. O carro parou e o cachorro, agora, não tem a menor ideia do que fazer", escreve Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

Por Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia

A reforma da previdência se enquadra, no caso do governo Bolsonaro e de seus seguidores mentecaptos, na velha história do cachorro correndo atrás do carro.   

O carro parou e o cachorro, agora, não tem a menor ideia do que fazer.    

Bozo sabia, apenas porque lhe disseram, que era importante fazer a reforma da Previdência.    

Paulo Guedes, ao soltar-lhe da coleira, dizia: corre, Bozo, faz a reforma da previdência!   

O mesmo diziam o mercado financeiro, os bancos, a Globo: corre, Bozo, faz a reforma Previdência!   

E lá se foi, ao longo de seis meses, Bolsonaro e a matilha do PSL correndo atrás do carro da Previdência, latindo, mordendo, babando, atropelando o bom senso junto com o futuro do País.    

Quando o Senado Federal referendar essa patranha e, finalmente, essa corrida de vira latas não tiver mais serventia, essa cachorrada vai cair em si.   

Porque a economia do País não vai crescer um milímetro com essa reforma, ao contrário da desigualdade social e da miséria nacional, que ainda conseguiam ser estancadas com os tostões das aposentadorias de idosos arrimos de família.    

Bozo e sua matilha, abobalhados diante do carro parado, vão descobrir, logo, logo, que não servem para mais nada.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Eros

Do jeito que estava não podia continuar. Não havendo compradores para a única mercadoria que lhes sobrava arrumaram uma maneira de ganhar a vida, uma nova

Ao vivo na TV 247 Youtube 247