Bolsonaro mostra, mais uma vez, que não está à altura do cargo que ocupa

"Destilando ódio, ignorância e intolerância, Jair Bolsonaro transforma a imagem do Brasil no exterior num poleiro de galinha, dá seguidas demonstrações de que não está à altura da Presidência e é uma óbvia ameaça ao futuro da nação".

www.brasil247.com -
(Foto: Adriano Machado/Reuters)


Pressionado pela forte reação negativa da sociedade e do STF, Jair Bolsonaro foi constrangido a retirar do ar o vídeo bizarro e fascistoide que postou ou mandou postar nas redes sociais . Nesta terça (29), ele confessou que errou, pediu desculpas pelo inacreditável conteúdo e prometeu retratação.

Na peça, temperada pelo amadorismo e a estupidez política, o “Mito” aparece como um leão acossado por hienas. Essas são identificadas como o STF, a CNBB, a ONU e o próprio partido pelo qual se elegeu (PSL), sem contar os inimigos de sempre como PT, PCdoB e MST. Ou seja, revela uma situação de isolamento político da qual se esquiva com a ajuda de outro leão, designado de “conservador patriota”.

A mensagem golpista transparece com nitidez. Vista também como uma ofensa ao Supremo, despertou uma ácida crítica do decano Celso de Mello: “Esse comportamento revelado no vídeo em questão, além de caracterizar absoluta falta de ´gravitas´ e de apropriada estatura presidencial, também constitui a expressão odiosa (e profundamente lamentável) de quem desconhece o dogma da separação de poderes”, disparou o ministro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Anticomunismo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Não é a primeira vez que o governante da extrema direita é forçado a recuar das inúmeras bobagens que vomita rotineiramente. Recentemente, por ocasião de sua viagem ao Oriente, teve de engolir as alusões hostis à China, acusada por ele durante a campanha presidencial de pretender “comprar o Brasil”.

Foi um acesso de anticomunismo e intolerância política e ideológica (no caso, contra o Partido Comunista, que dirige os destinos do gigante asiático) que não poderia sobreviver à realidade das relações econômicas entre os dois países.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desde 2009 a China é a maior parceira comercial do Brasil, depois de ter desbancado os EUA e responde, hoje, por dois terços das exportações brasileiras de soja. Sua relevância não é menor do ponto de vista financeiro, sendo hoje uma das principais fontes de investimentos externos na economia nacional.

A ideologia tacanha de Bolsonaro estava atrapalhando rentáveis negócios e travando investimentos chineses. Por isto, quando chegou em Pequim esqueceu o que disse no passado e enalteceu as relações bilaterais. Não recuou por um mero prazer masoquista, mas antes em função das pressões de empresários do agronegócio, da mineração e outros ramos econômicos que hoje dependem, comercial ou financeiramente, muito mais da China do que dos EUA.

Escorpião

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste caso, a realidade falou mais alto do que a ideologia. Mas isto não exime o líder da extrema direita de continuar atravessando o samba. Faz parte do seu DNA e lembra a fábula do escorpião que ao atravessar o rio nas costas de um sapo não consegue conter a índole venenosa e pica aquele de quem depende ignorando o alerta de que estaria cometendo suicídio.  

Antes mesmo das rusgas com o STF, o chefe do Palácio do Planalto afirmou que os argentinos escolheram mal nas eleições presidenciais realizadas no último domingo (27) e disse que não iria parabenizar a dupla Alberto Fernández e Cristina Kirchner pela vitória, um comportamento estranho à tradição e princípios que nortearam, até aqui, o comportamento do Itamaraty.  O vizinho do Mercosul é o principal destino das vendas externas da maltratada indústria brasileira e contraponto ao processo de desindustrialização.   

Destilando ódio, ignorância e intolerância, Jair Bolsonaro transforma a imagem do Brasil no exterior num poleiro de galinha, dá seguidas demonstrações de que não está à altura da Presidência e é uma óbvia ameaça ao futuro da nação. Quanto menos tempo permanecer no cargo que conquistou graças à condenação e prisão injusta e ilegal de Lula tanto melhor para o povo brasileiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email