Brasileiros em NY: a ONU e os micos

Poema de Cristine Nobre Leite comenta o mico da comitiva brasileira em Nova York

Presidente da República Jair Bolsonaro, durante gravação de discurso para a 75ª Assembleia Geral da ONU. 22 de setembro de 2020
Presidente da República Jair Bolsonaro, durante gravação de discurso para a 75ª Assembleia Geral da ONU. 22 de setembro de 2020 (Foto: Lucas Jackson/Reuters | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

Cipó de Aroeira

Brasileiros em NY: a ONU e os micos

Por Cristine Nobre Leite

O Capitão de Milícia
Vai chamando atenção
Envergonhando a Nação
Na ONU sendo notícia
Quase um caso de polícia
Nos States foi pra mira
Seu discurso de mentira
Só deu brecha pra chacota
Para o mundo uma anedota
Para nós, desgosto e ira

Um verdadeiro vexame
O Bozo em Nova Iorque
Quase que tropa de choque
Foi chamada por madame
Descrito como um infame
Um bruto, um genocida
Que aposta em pesticida
Que na Amazonas põe fogo
Há muito mais no seu jogo
Na sua fala bandida

PUBLICIDADE

Saiu numa comitiva
Do seu país de origem
Deixou gente em vertigem
Sem ter ar, sem ter saliva
Nova Iorque não se esquiva
Grita: #ForaBolsonaro!
No Brasil um desamparo
Desemprego e inflação
Na ONU foi negação
Governo do despreparo

Nas ruas foi xingamento
Na van havia o Queiroga
Que nem sei se usou droga
Do seu gesto eu só comento
Seu dedo com estiramento
Mostrado pra multidão
Uma má educação
De ministro inconsequente
Que até de adolescente
Suspendeu vacinação 

PUBLICIDADE

Nem sei se a humilhação
Na comitiva encostou
Eu só sei que o que sobrou
Foi uma pizza pro grupão
Em pé, comendo com a mão
Uma cena intrigante
Em Nova Iorque o flagrante
Ficou bem documentado
Lá quem não for vacinado
Não entra em restaurante

Até quando aceitaremos
Viver nessa distopia?
Se há dureza no dia
E aqui mal sobrevivemos
Até quando cederemos
As pressões do capital?
Até quando um homem mal
Num governo vai mandar?
Porque é difícil lutar?
Se o bem sempre é maioral?

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email