Cadê esse satã escondido no Iraque?

Os EUA poderiam relaxar e ficar na sombra, mas eis que surge esse inimigo tão malvado que se torna necessário mandar uma coalizão mundial para exterminá-lo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mais uma vez os EUA promovem uma guerra contra uma força maligna, terrorista, oculta e que fica lá no raio que o parta!

Por favor, Barack Obama. Afinal, vc já é Nobel da Paz.

Parece piada. Mas é terror.

E terror que vem muito mais do lado de ocidental de cá.

Os EUA precisam guerrear contra um inimigo.

E quanto mais oculto e assustador for, melhor.

Daí, você cria a imagem que quiser.

Podem ser os monstros do mar, o pé grande da montanha ou mesmo o satã que se esconde em um lugar que ninguém sabe bem onde é, nem mesmo como é a sua cara.

E o satã pode ser um grupo cujas características ninguém conhece profundamente. Nem mesmo sabem se eles têm um líder. O Satã pode ser até imaginário.

Mas nos lembremos que os EUA, assim como a Grã-Bretanha, precisam manter a indústria da guerra. Pau na máquina então.

Os EUA poderiam relaxar e ficar na sombra, mas eis que surge esse inimigo tão malvado que se torna necessário mandar uma coalizão mundial para exterminá-lo. Sim, é um grupo de extremistas que matou jornalistas, ressalva indispensável, ação desumanamente inaceitável.

Não engulo, em hipótese alguma, a violência desse grupo, mas também não compro essa novelinha engendrada e mal contada.

A guerra vai ocorrer e, claro, a indústria e a economia americana vão ficar contentes com isso.

Cidades serão devastadas no Iraque, na Síria e talvez em outros países. Soldados e civis vão morrer.

A economia do Iraque e a cultura local, mais uma vez serão violentadas.

Mas tudo bem. É preciso.

Precisamos exterminar esse inimigo tão perigoso que ameaça invadir New York a qualquer momento e que falava tão bem inglês no vídeo.

Curioso, engraçado até, é que os EUA e a OTAN não se coçaram para encarar a Rússia no caso da crise na Ucrânia, ninguém teve coragem de invadir o Irã ou mesmo a Coréia do Norte por desenvolverem armas nucleares.

Ainda bem que o Brasil nem entra nessa brincadeira de mocinho e bandido.

Já temos prejuízo de sobra por aqui.

Seguirei assistindo com indignação a tanta destruição.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247