Carta de Lula ao povo brasileiro: vale a pena ler, reler e refletir

Que me perdoem outros/a candidatos/a, mas ninguém tem a mensagem, a postura e o compromisso que anima o ex presidente Lula. Nosso líder maior é o único que carrega as marcas do povo. Lula sabe o que é e quem é o povo brasileiro

Carta de Lula ao povo brasileiro: vale a pena ler, reler e refletir
Carta de Lula ao povo brasileiro: vale a pena ler, reler e refletir (Foto: Stuckert)

Carí[email protected] amigos e amigas que me acompanham há tempo por aqui pelo Cartas Proféticas, para minha honra

Que me perdoem outros/a candidatos/a, mas ninguém tem a mensagem, a postura e o compromisso que anima o ex presidente Lula.

Nosso líder maior é o único que carrega as marcas do povo. Lula sabe o que é e quem é o povo brasileiro.

Não se trata de um candidato nem da redução a um partido e a uma coligação. Lula nos representa como um de nós e por nós,  sempre.

Desde a antiguidade os chefes precisavam de um local consagrado para representar seus povos,  de relíquias e luxos para ostentar força. Lula em qualquer lugar, nas ruas, campos, matas, rios e até mesmo numa delegacia vagabunda da polícia federal, anteparo do fascismo e da tirania de Sérgio Moro, constrangido pela perda injusta e caluniosa da liberdade, mesmo lá ele nos representa porque é povo como nós.

Em sua carta,  o líder transmite amor pelo povo com quem sempre andou desde há 40 anos. Lula não é paraquedista de campanha eleitoral, que aterrisa só quando há eleições. Se não não seria quem é e a grandeza que repercute no mundo.

Lula  escreve a carta abaixo para mostrar amor pelo Brasil, um país saqueado, pisado, prostituído e desonrado por quadrilhas golpistas em todos os poderes, marginais a serviço do imperialismo.

Prendem injustamente o ex presidente, mas não conseguem roubar sua consciência e a sua liberdade de sonhar qualidade de vida e dignidade para nosso povo.

Matam sua companheira, apoiadora e amor de sua vida, a sua Marisa Letícia Lula da Silva, mas não conseguem estrangular seu amor e, como ele mesmo diz, sua tesão pelo Brasil.

Perturbam seus filhos, noras e netos, mas não lhe tiram a tranquilidade para amar e pensar o Brasil.

Os opressores não são onipotentes, onipresentes e oniscientes como se imaginam ser. São ciscos a serem chutados pelo povo unido e respeitador de seus heróis.

É possivel avaliar o sofrimento do líder ao ser impedido de convesar com seu povo pelos lacaios a serviço das corporações do petróleo e de tantos comodites roubados por verdadeiros assaltantes de nosso país. Mas o grande homem que não se sente maior do que as domésticas, do que os operários, dos agricultores, dos pescadores, dos quilombolas, dos negoros, dos indíginas, dos gays, dos moradores de rua e de todos os pobres, não se abate e conta com a lealdade de Fernando Haddad e Manuela D’Ávila para a alavancagem do grande projeto de libertar o Brasil da onda de opressão que sofre, que desgraça do seu povo.

A este povo Lula, pleno de paixão e de autoridade no serviço ao povo,  pede a consagração de Haddad e de Manu nas urnas.

Devemos atender ao seu apelo e imprimirmos fragorosa derrota à direita, ao fascismo, ao mercado corrupto e opressor e aos candidatos do ódio e da injustiça.

Se Lula pede para abraçarmos Fernando Haddad e Manu  é o que devemos fazer, até por amor a ele e pela sua liberdade que passará pela eleição do candidato recomendado pelo líder do povo.

Basta de nos rendermos em reconhecimento  somente à Madre  Tereza de Calcutá, a Marhin Luther King, a Nelson Mandela e a tantos heróis de outros povos e de outros tempos. Nós temos o nosso herói nacional, brasileito genuíno e nosso sempre presidente Lula.

Lembremo-nos das permanentes solidariedade e gratidão a Luiz Inácio Lula da Silva. Ao vencermos as eleições neste ano cruzaremos uma linha, mas jamais passaremos por cima do amor e da gratidão a Lula.

Lula ainda será arrancado dos braços fascistas de Moro e da prisão que o segura, sempre fétida e suja porque a serviço do imperialismo e do neoliberalismo, que empestam e fazem feder os ares do Brasil.

Quem arrancará Lula de Curitiba seremos nós, povo brasileiro, fazendo daquele galinheiro de Curtiba escombros,  como testemunhas vergonhosas do ódio ao povo e à justiça social.

Sejamos patriotas orgulhosos do que é nosso e do que somos!

Ao vivo na TV 247 Youtube 247