Cobras da estupidez

A poetisa Cristine Nobre Leite denuncia com ironia as colocações do deputado Eduardo Bolsonaro a favor da tortura, em episódio de ataques a Miriam Leitão

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


Cipó de Aroeira

Cobras da estupidez

Por Cristine Nobre Leite

A jibóia da tortura
Nem pareceu ser brutal
Em grávida? É normal!
Recorte da Ditadura
Um pensar que pede cura
Dada a desumanidade
Se abortar? Legalidade!
Ser for de esquerda se atira
A Míriam não admira
Viveu essa crueldade

"Homem do homem é lobo"
Hobbes fez reflexão
Na minha colocação:
Homem faz homem de bobo
E nem que passe na Globo
Homem no homem vai crer
Contradição vai viver
Andar por caminho torto
Vai se dizer contra aborto
E por tortura torcer

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É pra segurar o feto
E defender pau de arara?
Dar choque, bater na cara?
Introduzir ferro em reto?
Chicotear gente em teto?
Numa vida inviolável ?
Se o aborto é inaceitável
Torturar é bem pior
Se a vida é um bem maior
Que a tornemos sustentável

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Martírio pra "Cristo" nato
Defesa pra embrião
Se for pra dar proteção
Seja ao nascido e ao inato
Vale ser justo e exato
Vale agir com sensatez
Vale ter mais rapidez
Pra ver o certo e o errado
Analisar cada lado
Procurar ter lucidez

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email