CPI vai investigar médicos pró-cloroquina

"Presidente da comissão, Omar Aziz, advertiu aos senadores bolsonaristas que seria melhor não convidar médicos que receitam cloroquina, 'porque se vierem aqui vamos querer saber o estado de saúde dos pacientes e vamos responsabilizá-los pelas eventuais sequelas'", informa o colunista Alex Solnik

Randolfe Rodrigues e Omar Aziz
Randolfe Rodrigues e Omar Aziz (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Num dos momentos altos da morna CPI da Covid, o presidente da comissão, Omar Aziz, advertiu aos senadores bolsonaristas que seria melhor não convidar médicos que receitam cloroquina.

"Melhor não convidar", disse ele, "porque se vierem aqui vamos querer saber o estado de saúde dos pacientes aos quais receitaram cloroquina e vamos responsabilizá-los pelas eventuais sequelas".

Os bolsonaristas fizeram que não ouviram.

Aziz disse isso logo após Otto Alencar – que é médico - relatar o caso de um amigo que tinha arritmia cardíaca, tomou cloroquina e morreu.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email