Defesa de Lula LIQUIDA polêmica dos recibos

Golpe de misericórdia na polêmica reside em informação fornecida pela defesa do ex-presidente Lula de que dispõe dos depósitos bancários de pagamento do aluguel entre 2011 e 2015

Golpe de misericórdia na polêmica reside em informação fornecida pela defesa do ex-presidente Lula de que dispõe dos depósitos bancários de pagamento do aluguel entre 2011 e 2015
Golpe de misericórdia na polêmica reside em informação fornecida pela defesa do ex-presidente Lula de que dispõe dos depósitos bancários de pagamento do aluguel entre 2011 e 2015 (Foto: Eduardo Guimarães)

Se há episódio que simboliza à perfeição como é injusta a guerra que o Ministério Público e o juiz Sergio Moro movem contra Lula desde o segundo semestre 2015, e, diga-se, concomitantemente ao início do processo de impeachment de Dilma Rousseff, esse episódio reside na polêmica desencadeada pela cobrança feita ao ex-presidente pelo juiz Sergio Moro, durante depoimento daquele a este em 13 de setembro, no sentido de que apresentasse recibos do pagamento de aluguel de um apartamento que ocupa em São Bernardo do Campo.

 

 

 

Tudo começou durante o depoimento em questão. Moro e o MPF colocaram em dúvida o pagamento de aluguéis antes de 2015. No dia seguinte, acusaram Lula publicamente de não ter os recibos.

(...)

Porém, o golpe de misericórdia na polêmica reside em informação fornecida pela defesa do ex-presidente Lula de que dispõe dos depósitos bancários de pagamento do aluguel entre 2011 e 2015, informação que a mídia não destacou e que você poderá conferir no vídeo abaixo, que contém reportagem desta página sobre o assunto.

Leia o artigo na íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247