Desligue o noticiário da TV e acesse a internet para entender o golpe picareta de direita

Mais uma vez a imprensa de negócios privados partidária e alienígena não informa, porque se transformou há muito tempo no partido de direita mais poderoso do Brasil e que, agora e neste momento, aposta todas suas fichas sujas no golpe de estado

Mais uma vez a imprensa de negócios privados partidária e alienígena não informa, porque se transformou há muito tempo no partido de direita mais poderoso do Brasil e que, agora e neste momento, aposta todas suas fichas sujas no golpe de estado
Mais uma vez a imprensa de negócios privados partidária e alienígena não informa, porque se transformou há muito tempo no partido de direita mais poderoso do Brasil e que, agora e neste momento, aposta todas suas fichas sujas no golpe de estado (Foto: Davis Sena Filho)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Definição real de golpista: O golpista, antes de tudo e de qualquer coisa, é um safado. Ponto.

Ligo a televisão. Início da manhã de quinta-feira. Mais um dia de vida em que ainda tento compreender o porquê de o Brasil ser tão azarado e infeliz, dentre tais azares e infelicidades a imprensa corrupta e manipuladora de negócios privados dos magnatas bilionários, a pior espécie de empresários das piores espécies do mundo empresarial. Bilionários que se reportam ao público e influenciam as pessoas sem discernimento sobre o sofrimento dos mais pobres, porque despolitizadas quanto à história política do Brasil e seus antagonismos e paradoxos que incomodam, e muito, as pessoas que desejam ou lutam por um País mais igualitário e democrático.

Vejo pneus queimados nas telas das televisões e câmaras a passar suas lentes rapidamente pelos pneus e destroços em chamas jogados às ruas de várias capitais do País, a impedir o trânsito de automóveis. Contudo, apesar de eu não ter ficado nem um pouco surpreso, os repórteres voadores e narradores desses eventos políticos e de contestações apenas informavam o seguinte: "Trânsito de rua tal da cidade tal está parado por causa de protesto". E só... A deixar um vazio, ou seja, um ponto de interrogação na cabeça de quem está a ver e ouvir a matéria jornalística propositadamente mal feita, pois não informa o motivo pelo qual algumas ruas estão em chamas.

Sabe por que isto acontece? Porque se trata do antijornalismo, do jornalismo de esgoto realizado, sem a mínima preocupação com ética e respeito ao público, que merece ser informado sobre a realidade, a ter a verdade como âncora do jornalismo real, que, independente de quaisquer razões, não pode e não deve brigar com os fatos e as realidades.

Todavia, é tudo o que as grandes corporações de comunicação social não fazem, porque se partidarizaram, são eloquentemente ideológicas e, por sua vez, escolheram lado político, a transformar a informação em cavalo de batalha em prol dos interesses políticos e econômicos dos coronéis midiáticos, os porta-vozes mais poderosos da plutocracia e compromissados com os interesses do grande capital internacional.

Esses plutocratas golpistas são, inegavelmente, recalcitrantes e proprietários das máquinas demolidoras de reputações, que são as principais incubadoras do golpe de estado travestido de legalidade e legitimidade por meio de um impeachment contra Dilma Rousseff, promovido por um Congresso repleto de criminosos, em um total de 120, que respondem por seus crimes na Justiça, assim como apoiados, indelevelmente e vergonhosamente, pelos juízes aristocráticos e de punhos de renda do STF.

Magistrados que passaram insegurança e desconfiança à população, porque grande parte de seus eleitores — 54,5 milhões — elegeu Dilma para presidente e, com efeito, rejeitou o projeto neoliberal do tucano Aécio Neves, que volta com força por intermédio de um golpe criminoso bancado pela direita brasileira, que está prestes a derrubar ilegalmente uma mandatária trabalhista, que não cometeu crime de responsabilidade, mas mesmo assim poderá ser vítima de mais um golpe que transforma o poderoso Brasil em uma reles republiqueta bananeira.

Surreal, mas é a verdade. Trágica, porém, a verdade. O Brasil é vítima também dos juízes do STF, que são cúmplices do golpe de estado, considerado crime por juristas, advogados, jornais estrangeiros e tradicionais, bem como pela maioria da comunidade internacional, inclusive por governantes e ex-governantes de países importantes. E sabe por quê? Porque ninguém é idiota e por isto compreende que o Brasil está a caminho de um golpe de estado com verniz de legítimo.

Violência e deboche. Um verdadeiro acinte. Coisa de uma "elite" bananeira e que viaja ao exterior há séculos. Elogia os países desenvolvidos em detrimento do Brasil, mas não aprendeu nada, pois não se interessa por coisa nenhuma, a não ser com seus interesses individuais ou de grupos. Elite, irremediavelmente, provinciana, colonizada e, irrefragavelmente, deletéria e periférica. O pior disso tudo é que essa gente emplumada e perfumada se considera civilizada, quando a verdade é que não passa de provinciana, pois de mentalidade curta por ser sectária e preconceituosa.

O juízes do Supremo, inacreditavelmente, representam essa lamentável oligarquia dona da casa grande, pois são os reflexos de seus espelhos. Eles, do alto de suas togas e capas de batman ou zorro, calaram-se, omitiram-se, e, consequentemente, deram o "ok" para que o gangster conhecido pelo nome de Eduardo Cunha, em nome de sua vingança contra o Governo Trabalhista, encaminhasse o golpe de estado contra Dilma Rousseff, na Câmara dos Deputados.

Conspiração e retaliação diretamente aplicadas nas veias do povo brasileiro e nos eleitores, volto a asseverar, que não votaram nos programas e nos projetos neoliberais do PSDB. A direita golpista, vai cassar, arbitrariamente e criminosamente, os votos de 54,5 milhões de cidadãos e ainda exigem que seus movimentos e organizações fiquem quietos como se nada estivesse a acontecer. Assim não dá, né? Evidentemente que vai chegar uma hora que o pau vai comer, além de o Brasil ser paralisado.

A verdade é que ninguém é otário para ver o Amigo da Onça (Michel Temer) a montar "seu" ministério sem nenhum voto. Ação de uma soberba, cara de pau e canalhice sem precedente, denominação e definição. Ter de ver golpista do nível de Fernando Henrique Cardoso, Cássio Cunha Lima, Aécio Neves e José Serra a negociar com o PMDB do Amigo da Onça e do Gato Angorá Moreira Franco para impor o projeto neoliberal, que foi um fracasso retumbante no mundo todo é realmente uma provocação sem par e, por seu turno, merecedora de forte reação interna e externa por parte das forças democráticas e legalistas. E isto, sobremaneira, já está a acontecer, sendo que movimentos sociais e de trabalhadores vão recrudescer suas ações.

O golpe é uma estupidez e de uma atrocidade inenarráveis, porque os derrotados nas eleições de 2014 e repletos de processos criminais nas costas vão governar no lugar da eleita e honesta Dilma Rousseff. Não é à toa que esse processo dantesco e bananeiro chama a atenção do mundo. O planeta ficou sabendo que a casa grande escravocrata e seus coxinhas amestrados como focas de circo são e sempre foram os construtores da república bananeira, porque assim se ganha mais dinheiro e ainda mantém o status quo indefinidamente.

Certa vez fui a uma manifestação de classe média, em Copacabana, e li um cartaz em letras garrafais de uma coxinha idiotizada, que reivindicava "sua" trabalhadora doméstica de volta. Certamente de volta à senzala terrivelmente exemplificada, em miniatura, pelo quartinho de empregada. A pequena senzala dentro de apartamento, que tanto acalentou e apeteceu a classe média brasileira de caráter lacerdista e escravocrata. É este ranço que denota a lógica perversa dos golpistas, que carregam em suas almas, agora em termos macros, o sentimento hegemônico de um ser humano sobre o outro, que se transforma e se expressa em fascismo — o filho bastardo do preconceito de classe e de raça.

A loucura e o descabimento é tanto que chega ao ponto de o troglodita de direita considerar seu "direito" insultar e agredir as pessoas que não pensam igual a ele, até em restaurantes, escolas, prédios residenciais, hospitais e pela internet, por exemplo. Depois essa gente avarenta, despolitizada, retrógada e de mentalidade provinciana viaja a Miami, a se considerar e fingir que é civilizada e culta, enquanto rouba, na mão grande golpista, os direitos políticos e econômicos do povo brasileiro conquistados, a ferro e fogo, no decorrer de muitas décadas. Esqueletos no armário... A História que não esquece dos golpistas para o todo e sempre. Lembrai-vos de 1964.

Enquanto isso, na república bananeira da casa grande, Sir Eduardo Cunha, verdadeiro e autêntico gangster protegido por juízes e procuradores, tornará sua delação premiada, depois de ele ser preso, um mega escândalo, que levará à cadeia metade da República, sendo que a maioria, evidentemente, composta por políticos, empresários, lobistas, doleiros e agentes públicos ligados umbilicalmente ao PSDB, DEM e PPS. Até porque um dia a casa cai e os servidores do Judiciário hão de perceber que eles trabalham para a Nação e não apenas para a casa grande.

Não é à toa que o juiz seletivo e de província, Sérgio Moro, engavetou, juntamente com os promotores obsessivos apenas com o PT, mas jamais com o PSDB, a liderá-los os procuradores Carlos Fernando e Deltan Dallagnol, a lista da Odebrecht, com mais de 300 nomes da oposição de direita, bem como a Lista de Furnas, que implica, principalmente, o senador tucano Aécio Neves e que está até hoje guardada em alguma gaveta empoeirada da Justiça e do MPF, ambos seletivos.

Todo mundo sabe disso, até os coxinhas fascistas que batem panelas de barrigas cheias e querem, independente de ser justo ou injusto, porque para eles é apenas um detalhe ou não vem ao caso, que Dilma Rousseff seja derrubada do poder por um golpe de estado edificado pela hipocrisia e a mentalidade criminosa de seus autores. Entretanto, o assunto primordial é que o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) organizou protestos em Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Goiânia e Brasília.

Os movimentos fecharam vias importantes e a imprensa corrupta e sonegadora de impostos, além de historicamente golpista, tergiversou, disfarçou, distorceu e manipulou as notícias, com a finalidade de não informar o cidadão brasileiro sobre os protestos que contestam o golpe contra a democracia e a presidente Dilma Rousseff.

Se tem algo ordinário no Brasil este algo é a imprensa de mercado dos magnatas bilionários e de seus capatazes de redação que se autodenominam jornalistas. Mais uma vez a imprensa de negócios privados partidária e alienígena não informa, porque se transformou há muito tempo no partido de direita mais poderoso do Brasil e que, agora e neste momento, aposta todas suas fichas sujas no golpe de estado contra uma mandatária de esquerda e trabalhista que se reelegeu a se submeter ao jogo democrático, ao estado de direito e à Constituição.

Não leia, não veja e não escute somente a imprensa burguesa de caráter mentiroso e golpista. Acesse a internet, navegue e se informe de forma democrática e correta, pois a verdade é a alma da notícia. O golpe, se ocorrer, vai ser combatido. Michel Temer e seus golpistas não terão estabilidade política e muito menos paz para governar e se locupletar com um projeto neoliberal derrotado nas urnas. Lugar de golpista deveria ser na cadeia. Porém, aqui é a república bananeira e provinciana da casa grande, porque o povo é chique, cosmopolita e civilizado. É isso aí.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email