'Deu ruim no governo': chamem os três patetas, por favor

Segundo a ANP, pelo contrário, o lucro dos postos aumentou brutalmente durante a crise, mostrando que, neste maravilhoso sistema capitalista abençoado pelo deus argentário das igrejas multitudinárias que vendem água de torneira, em que vivemos, não existe solidariedade

pedro parente liquigas
pedro parente liquigas (Foto: Mauro Santayanna)

Como avisamos que iria acontecer, quando o governo fez seu teatrinho e anunciou, pela primeira vez o “acordo” com os caminhoneiros, não adiantou diminuir impostos nem tabelar em 36 centavos a queda de preço - os outros combustíveis continuam aumentando - que o valor do diesel não caiu nem a pau nas bombas dos postos de gasolina.

Segundo a ANP, pelo contrário, o lucro dos postos aumentou brutalmente durante a crise, mostrando que, neste maravilhoso sistema capitalista abençoado pelo deus argentário das igrejas multitudinárias que vendem água de torneira, em que vivemos, não existe solidariedade, patriotismo e cidadania e os interesses estão voltados, primeiro, para o próprio bolso, quando se trata do “empreendedor” brasileiro.   

A solução, que o governo se recusa a enxergar, dirigindo o país com a firmeza   de um cachorro que caiu do caminhão de mudança e de forma mais desastrada que o trio de personagens de Moe, Larry e Curly, dos Três Patetas, passa por permitir a compra de combustível por associações e cooperativas de caminhoneiros direto das distribuidoras e, principalmente no  interior, dos produtores de biodiesel; aumentar imediatamente a produção de diesel nacional nas refinarias da Petrobras, abandonando a política parentista de importar cada vez mais combustível norte-americano que tem que ser pago em dólar; e parar de vender de maneira frankensteiniana, a preço de banana, como se de um cadáver se tratasse, pedaços da estrutura da Petrobras para os gringos, fazendo com que a empresa se veja impedida de ganhar em todas as fases - do poço ao posto - os recursos de que necessita para cumprir, agora e em longo prazo,  o seu papel estratégico de abastecer o país. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247