Direita volta às ruas contra os direitos trabalhistas

Os trabalhadores não são bobos. Sabem disso. Não foram às ruas. Quem estava hoje se manifestando era a elite branca do país, que com esse discurso contra a corrupção, tenta iludir a grande maioria silenciosa de brasileiros

Manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em defesa da Lava Jato
Manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em defesa da Lava Jato (Foto: Chico Vigilante)

Mais uma vez a direita voltou às ruas neste 4 de dezembro, para colaborar com a retirada de direitos dos trabalhadores.

Verificando as imagens de televisão das manifestações nas grandes cidades não vi nenhuma faixa, nenhum cartaz criticando o retrocesso imposto ao Brasil nos últimos meses pelo governo golpista. Não vi nenhuma faixa contra a PEC 55.

Muito pelo contrário, vi frases estúpidas elogiando a medida como se avanço fosse o congelamento de investimentos na educação e na saúde, entre muitos outros.

Não vi reclamações contra a retirada de direitos trabalhistas, das propostas do governo pela terceirização indiscriminada e pela intenção de que o negociado possa prevalecer sobre o legislado.

Não vi faixas contra o golpista Michel Temer. Rogério Chequer, líder do Vem pra Rua reafirmou que o grupo não defende a saída do Temer.

Em sinal de alívio por não ter sido o foco dos protestos , nota do Palácio do Planalto afirma que milhares de cidadãos demonstraram sua posição de forma ordeira como demonstração de vitalidade de nossa democracia.

Na manifestação da terça, 29/11, em que trabalhadores e movimentos sociais, em número muito mais expressivo, tomaram as ruas contra a PEC 55 e a retirada de conquistas trabalhistas, a posição do Planalto foi o silêncio absoluto.

O que vi nos protestos de hoje - que de longe alcançaram o número das últimas realizadas pela direita - foi uma pressão articulada pela saída de Renan Calheiros, que - por incrível que pareça - é a ultima esperança de barrar o avanço sobre os direitos dos trabalhadores no Senado Federal.

Os trabalhadores não são bobos. Sabem disso. Não foram às ruas. Quem estava hoje se manifestando era a elite branca do país, que com esse discurso contra a corrupção, tenta iludir a grande maioria silenciosa de brasileiros.

Vi faixas de PT Nunca mais, Lula na cadeia e frases de criminalização à política, tudo que a direita necessita para voltar a dominar o país sem críticas e sem questionamentos. Na verdade, a real intenção não é acabar com a corrupção é de acabar com os direitos da classe trabalhadora.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247