El Loco e o fim do Estado

A América Latina não merece tipos como Milei e Bolsonaro, assim como não merece líderes autocráticos

Jair Bolsonaro (à esq.) e Javier Milei
Jair Bolsonaro (à esq.) e Javier Milei (Foto: Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Parece que a Terra é de fato plana para muita gente e as pessoas que creem na “Terra plana” devem ser as mesmas que acreditam que países como Brasil vivem sob o risco do comunismo; que há um movimento de esquerda chamado “globalismo”; que Olavo de Carvalho é filósofo; que ser de direita é algo “bacana”; que a COVID é invenção dos chineses e que a vacina implanta um chip do mal no nosso corpo, dentre outras tantas bobagens. 

Não bastasse a nossa extrema-direita fedorenta, que emerge do chorume todos os dias aqui em Terra Brasilis - gente que se promove através de mentiras e versões -, agora teremos num país vizinho um presidente que se aconselha com o espírito de um cachorro, que se declara anarcocapitalista e libertário, ou seja, um louco confesso que quer acabar com o Estado. 

continua após o anúncio

A América Latina não merece tipos como Milei e Bolsonaro, assim como não merece líderes autocráticos. 

Sobre o anarcocapitalismo.

continua após o anúncio

Anarcocapitalismo é o capitalismo sem regulação do Estado. 

A proposta de El Loco Milei é que todas as relações sociais sejam reguladas pelo livre mercado; ele se opõe ao controle estatal sob todas as formas (impostos, políticas de preços, monopólio de serviços, controle na produção e circulação de moedas, subsídio a algumas empresas em detrimento de outras etc.).

continua após o anúncio

A História mostra que a falta de regulação Estatal é geradora de caos e de crises como a chamada “Quinta-feira Negra”, designação do dia 24 de outubro de 1929, quando ocorreu o crash da Bolsa de Valores de Nova Iorque, que desencadeou a mais devastadora crise econômica da História dos Estados Unidos, tudo em razão da falta de regulação estatal.

Há muitos exemplos das consequências da falta de regulação estatal, a última foi a crise financeira ou crise do subprime de 2008. 

continua após o anúncio

Anarcocapitalismo e jusnaturalismo. 

O anarcocapitalismo remonta ao jusnaturalismo, isto é, uma teoria que afirma que existe um conjunto de direitos naturais com os quais o homem já nasce, a saber, o direito à vida e à sua manutenção; ao direito à vida, os anarcocapitalistas acrescentam o direito à propriedade privada. 

continua após o anúncio

E não é só, o ser humano teria o direito ao seu próprio corpo (autopropriedade), por isso Milei afirma-se a favor da venda de órgãos.

A base ética do anarcocapitalismo é o princípio da não agressão à vida e à propriedade de outrem; para os anarcocapitalistas até a cobrança de impostos é uma agressão estatal às liberdades. 

continua após o anúncio

Para Milei o Estado é ilegítimo em virtude de seu caráter coercivo e soberano que se impõe a todos sob a forma de leis, impostos e monopólio do uso da violência, sem que os indivíduos possam separar-se ou se negar a cumprir suas determinações sem sofrer sanções.

Para os anarcocapitalistas, o Estado em si mesmo representa uma violação ao princípio da não agressão, e a livre iniciativa seria a única possibilidade de plena aplicação desse princípio. Conforme os anarcocapitalistas, os serviços ofertados pelo Estado, tais como defesa, segurança e justiça, não têm um caráter essencialmente público, por isso poderiam ser ofertados pela iniciativa privada.

continua após o anúncio

Anarcocapitalismo é de direita?

Na segunda metade do século XX, a Escola Austríaca de Economia reformulou o liberalismo econômico, sob o protagonismo do economista Ludwig von Mises (de quem Milei é fã), conformando seus pressupostos à conjuntura de um capitalismo globalizado e complexificado. 

Um dos discípulos de Mises teorizou o anarcocapitalismo, combinando ideias liberais, ideias jusnaturalistas e a ideia de extinção do Estado a partir de teóricos anarquistas individualistas. Essa mistura gerou o anarcocapitalismo. 

Como a base predominante do anarcocapitalismo é o liberalismo, ele não é apenas uma ideologia de direita, mas de extrema-direita, pois, ele vai além da ideia de Estado mínimo do neoliberalismo, ele propõe a dissolução do Estado e a privatização de todos os serviços, logo está localizado mais à direita de outras correntes liberais, ocupando uma posição radical dentro desse arco ideológico.

Será que nossos irmãos argentinos foram informados que El Loco quer dissolver o Estado? Ou ele mentiu e não é anarcocapitalista, mas apenas mais um fascista ultraliberal? 

Anarcocapitalismo e libertarianismo

El Loco também se declara libertário.

Os libertários são céticos em relação à autoridade e ao Estado, em geral o libertarianismo propõe e exige a restrição ou dissolução de instituições coercitivas e instituições sociais. 

Para os libertários não haveria necessidade de manter o aparato estatal sob nenhuma justificativa. Essa é a diferença básica entre liberalismo e libertarianismo, pois, o liberalismo, ainda que o Estado seja reduzido, permanece com o monopólio do uso da força, já no libertarianismo rejeita esse monopólio e prega que toda e qualquer atividade seja realizada no âmbito do livre mercado.

Milei, assim como Bolsonaro, não mente. Bolsonaro avisou que não construiria nada, que o seu trabalho era destruir o arranjo constitucional de 1988 e Milei, disse com todas as letras que vai acabar com o Estado privatizando tudo. 

O que vai acontecer na Argentina?  

Faz mais de 40 anos que o mundo ocidental e mais de 30 que os antigos países que eram comunistas, vivem sob a égide do capitalismo liberal; o que exatamente o Milei quer mudar? 

 Penso que ele vai radicalizar e agir como um ultraliberal fascista, vai abolir programas sociais, em nome da austeridade; vai transferir toda a riqueza do país para a iniciativa privada; vai tratar a miséria como mera externalidade; terá sucesso no controle da inflação, à custa de um arrocho fiscal que levará a Argentina à recessão e ao desemprego; a miséria vai aumentar, mas o mercado estará feliz, pois é para ele que gente como Milei governa. Que Deus tenha misericórdia dos nossos irmãos, de Buenos Aires à Terra do Fogo.Essas são as reflexões.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247