Ela avisou...

A presidente Dilma Roussef afirmou em seu discurso de posse que “A luta (...) contra a corrupção, e principalmente contra a impunidade de corruptos e corruptores, ganhará ainda mais força (...)” e vem cumprindo; por isso que ninguém reclame, ela avisou

Presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, em Brasília. 02/12/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino
Presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, em Brasília. 02/12/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Pedro Maciel)

A Polícia Federal na porta da residência oficial do Presidente da Câmara dos Deputados, isolando a área, cumprindo um mandado de busca e apreensão contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), a pedido da Procuradoria-Geral da República, com aval do ministro do STF pode ter surpreendido algumas pessoas, mas não a mim. O Brasil está mudando e para melhor e que ninguém pode alegar surpresa nas ações ousadas e independentes dos interessas patrimonialistas da Policia Federal, em especial no governo Dilma Rousseff, pois ela avisou que seria assim (talvez esse seja um dos motivos que os herdeiros da UDN e canalhas de todo gênero queiram seu impeachment).

A Presidente Dilma afirmou no seu discurso de posse que “democratizar o poder” significa realizar uma reforma política, ouvir a sociedade e os movimentos sociais e buscar a opinião do povo para reforçar a legitimidade das ações do Executivo.

Bem, a vedação do financiamento empresarial das campanhas eleitorais é o inicio da reforma politica e a independência da Policia Federal representa respeito do governo à voz das ruas que cansou do argumento “sempre foi assim”, esse argumento não nos serve, pois a corrupção rouba o poder legítimo do povo, ofende e humilha os trabalhadores, os empresários e os brasileiros honestos e de bem, por isso a corrupção deve ser extirpada, exatamente como afirmou Dilma em seu discurso de posse.

Dilma Rousseff tem uma biografia limpa, é heroína de uma geração e não se tem noticia que tenha compactuado com qualquer ilícito ou malfeito, tanto que nenhum dos torturados-delatores citou seu nome como membro “maior ou menor” de um processo sistêmico de corrupção.

E, com vistas ao combate à corrupção, a presidente Dilma criou leis mais severas, iniciativas que propiciaram incisiva e livre de amarras atuação dos órgãos de controle interno, e garante a autonomia da Polícia Federal como instituição de Estado, e a independência do Ministério Público, cujos métodos critico, mas esse é outro tema.

Fato é que seu governo não está interferindo na ação da Policia Federal, no Ministério Público ou no Poder Judiciário e vem, de forma republicana garantindo que todos cumpram os papéis que se espera deles, qual seja, punir exemplarmente os corruptos e corruptores, os excessos serão julgados pela História e é trabalho nosso, dos advogados e da OAB denunciá-los.

A presidente Dilma Roussef afirmou em seu discurso de posse que “A luta (...) contra a corrupção, e principalmente contra a impunidade de corruptos e corruptores, ganhará ainda mais força (...)” e vem cumprindo.

Por isso que ninguém reclame, ela avisou.

Pedro Benedito Maciel Neto, 51, advogado, sócio da MACIEL NETO ADVOCACIA, autor de “Reflexões sobre o estudo do Direito”, ed. Komedi, 2007. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247