Eleição de 22 poderá ter um segundo turno disputado por Bolsonaro e Moro

Sem uma frente ampla, 22 será uma polarização entre o poder da igreja nas periferias e o lavajatismo "cheirosinho" da classe média. Que fase.

Sérgio Mroro e Jair Bolsonaro
Sérgio Mroro e Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado | Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O discurso de Moro "honroso", nesta manhã, em que cravou sua demissão, deixa claro seu lançamento ao pleito presidencial. 

Com essa esquerda que não sai desse mimmi petista vagabundo/ Cirista safado, sem projeto algum, unidade muito menos, prevejo Moro e Bolsonaro num segundo turno. 

Moro sempre fez parte do coração da grande parte da classe média inocente, aquela que pensa que o combate à corrupção será solucionado com a prisão perpétua de Lula ou elegendo um miliciano. 

PUBLICIDADE

"Fomos às ruas e, com nossa voz, derrubamos a Dilma", pensam os "coitados". 

Sem uma frente ampla, 22 será uma polarização entre o poder da igreja nas periferias e o lavajatismo "cheirosinho" da classe média. Que fase.

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email