Em analogia de Lula, Levy perdeu o pênalti na derrota do time

A eventual e muito implícita crítica do ex-presidente ao ministro demonstra sua sutil aproximação à opinião pública, se desvencilhando cada vez mais dos atos do governo Dilma

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Após o discurso de Dilma na sede da CUT nesta terça 13, o ex-presidente Lula assumiu o microfone. Começou criticando a postura da presidente e seu plano de governo, afirmando que não há diálogo entre sindicalistas e a base, devido aos novos ajustes fiscais e econômicos.

Por fim, seu discurso foi interrompido por gritos de “fora, Levy”, vindos da plateia. Lula contornou a situação, mas mostrou desaprovação com o ministro da Fazenda. “Nunca gostei de jogar a culpa em cima de uma pessoa. No futebol, 11 perdem, e, às vezes, a gente culpa só quem perdeu o pênalti”, afirmou.

A eventual e muito implícita crítica do ex-presidente ao ministro demonstra sua sutil aproximação à opinião pública, se desvencilhando cada vez mais dos atos do governo Dilma.

Publicado originalmente no Ágora Post

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email