Em debate. Dilma revela ao país a existência de dois "Aécios"

O senador Aécio Neves (PSDB/MG), enfrenta um drama desgraçado neste segundo turno da eleição para presidente: fazer com que o ex-governador Aécio não mate o candidato Aécio

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O senador Aécio Neves (PSDB/MG), enfrenta um drama desgraçado neste segundo turno da eleição para presidente: fazer com que o ex-governador Aécio não mate o candidato Aécio.

Esse drama ficou claro na noite de ontem, 14, durante o debate realizado pelo Band, quando Dilma (PT) confrontou o tucano com informações dos tempos em foi governador do estado de Minas Gerais.

Sem dó nem piedade, a petista lançou dois torpedos contra Aécio deixando o ex-governador gravemente ferido com sérios riscos de morte eleitoral no próximo dia 26 de outubro.

O primeiro torpedo foi disparado na forma de questionamento sobre o famoso aeroporto construído em terreno de tio de Aécio, em Cláudio (MG), a 150 quilômetros de Belo Horizonte, durante o segundo mandato dele como governador. O aeroporto, cujo valor saiu por quase R$ 14 milhões dos cofres públicos de Minas, seria administrado ainda hoje por familiares do senador.

O segundo torpedo, não menos devastador, foi certeiro quando Dilma apontou no alvo até então pouco conhecido do povo brasileiro em relação ao ex-governador Aécio Neves: o nepotismo.

Bem informada e devidamente orientada pelo Estado-Maior da campanha do PT, a candidata à reeleição afirmou que Aécio emprega seis parentes no governo mineiro. Foi o suficiente para que o candidato tucano ficasse vermelho num misto de constrangimento e raiva.

Isso sem falar no estrago causado quando Dilma usou também o Mapa da Violência para afirmar que, na gestão Aécio, o índice de homicídios disparou lá paras as bandas das Minas Gerais.

O fato é que Dilma revelou ao Brasil que existem dois "Aécios": o ex-governador que por muito tempo se escondeu por trás do eficiente marketing do "Choque de Gestão", que fantasiou uma Minas Gerais que não existe na vida real; e o candidato do PSDB a presidente, que promete para o país tudo aquilo que sequer conseguiu implantar no estado onde nasceu, cresceu, prosperou e governou, e não foi por acaso que perdeu no primeiro turno, para o PT, tanto a eleição de presidente quanto a de governador.

E aí, alguém ainda tem dúvida de quem venceu o debate da Band?

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247