Endeusaram o pré-sal

Agora que foi iniciado o processo de transferência das reservas do pré-sal brasileiro para as petroleiras estrangeiras. Só agora Pedro Parente mudou seu discurso. Agora, para ele, o pré-sal é valioso

27/07/2016- Brasília - Presidente da Petrobras, Pedro Parente, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto após encontro com o presidente interino Michel Temer (José Cruz/Agência Brasil)
27/07/2016- Brasília - Presidente da Petrobras, Pedro Parente, durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto após encontro com o presidente interino Michel Temer (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Cláudio da Costa Oliveira)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Em evento promovido pela revista Exame em 30/09/2016, o atual presidente da Petrobras Pedro Parente afirmava que "Houve um certo endeusamento do pre-sal". Na época Parente considerava que "houve uma ideologização da área do pre-sal, mas a companhia possui outros campos de boa qualidade em outras regiões"(sic)

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/09/1818399-houve-certo-endeusamento-do-pre-sal-diz-presidente-da-petrobras.shtml

Imediatamente escrevi um artigo lembrando que Pedro Parente era originário do governo FHC onde as estatais eram depreciadas, chamadas de elefantes etc. com o objetivo de justificar sua venda, junto à opinião pública brasileira.

https://www.ocafezinho.com/2016/10/03/pedro-parente-viajou-na-maionese-ao-olimpo-na-grecia-quando-afirmou-que-endeusaram-o-pre-sal/

Ao mesmo tempo o jornalista Fernando Brito escreveu um artigo mais contundente. Brito afirmava em seu artigo que uma frase desta só podia ter sido feita por um imbecil. E completava dizendo que Pedro Parente não era um imbecil era um "Vendilhão da Pátria" (sic)

https://www.conversaafiada.com.br/brasil/brito-parente-e-o-pre-sal-vendilhao-da-patria

Hoje, passados mais de um ano, com o Brasil sendo governado por uma quadrilha que envolve executivo, legislativo e judiciário. Tendo sido retirada a obrigação de participação da Petrobras em todos os blocos do pré-sal. Tendo sido aniquilado o conteúdo local. Tendo sido criadas novas leis concedendo isenção e redução de impostos para as petroleiras estrangeiras. Benefícios tais que segundo recentes estudos causarão, em 25 anos, perdas de R$ 1 trilhão ao país.

https://www.revistaforum.com.br/2017/10/31/estudos-indicam-perda-de-r-1-trilhao-em-renuncia-fiscal-depois-do-leilao-do-pre-sal/

Hoje, depois de ocorrido um primeiro leilão no qual a Petrobras adquiriu áreas ofertando 80% de óleo excedente para a União, enquanto Shell e BP adquiriram áreas ofertando o valor mínimo exigido pela ANP (11%).

Agora que foi iniciado o processo de transferência das reservas do pré-sal brasileiro para as petroleiras estrangeiras. Só agora Pedro Parente mudou seu discurso. Agora, para ele, o pré-sal é valioso.

Em entrevista concedida nesta quarta-feira (22/11) ao jornalista Roberto D'avila verificamos a mudança.

Questionado sobre o pré-sal Parente salientou ser uma das poucas reservas viáveis existentes no mundo atualmente. Pela probabilidade de quase 100% de resultados positivos. Pela alta produtividade dos campos e pelo baixo custo de extração alcançado pela Petrobras. Parente afirmou que o custo de extração da Petrobras atualmente está abaixo de US$ 7 o barril.

Ou seja, tudo aquilo que nós sempre afirmamos e ele contestava.

D'avila perguntou quais eram as reservas existentes no pré-sal brasileiro. Parente se esquivou da resposta, pois sabe que, de posse desta informação, qualquer brasileiro medianamente informado vai tentar estimar o tamanho do roubo.

Outra notícia de extrema gravidade surgida recentemente, foi a reportagem do maior jornal britânico o "The Guardian" mostrando a pressão daquele governo, através do seu Ministro de Comercio, Greg Hands, que inclusive veio ao Brasil contatar o secretário do Ministério das Minas e Energia, Paulo Pedrosa, buscando obter vantagens para suas petroleiras, Shell, BP e Premier Oil, o que de fato acabou ocorrendo.

https://www.brasil247.com/pt/247/parana247/328101/Requi%C3%A3o-imprensa-safada-abafa-o-esc%C3%A2ndalo-da-Shell.htm

Se um ministro brasileiro fosse flagrado fazendo lobby para uma empresa nacional em qualquer país do mundo, seria taxado como corrupto e acusado de estar recebendo propina da empresa, e demitido do cargo. A PF a PGR e STF, com agilidade abririam um processo para prender o safado. A empresa envolvida seria execrada, processada e impedida de participação em licitações etc.

Para os britânicos no entanto, a interpretação é outra. O ministro é um patriota e merece todos os aplausos.

Quando será que os brasileiros vão aprender a defender o que é seu?

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247